• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Um Sistema de Reciclagem e Compostagem, de Baixo Custo, de Lixo Urbano para Pases em Desenvolvimento
País: Brasil
Fonte: Unilivre
Data: 3/2004
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
A grande maioria dos municpios dos pases em desenvolvimento formada por comunidades carentes, cuja populao varia de 3.000 a 15.000 habitantes.

Os resduos slidos (lixo) produzidos nessas comunidades caracterizam-se por apresentarem alto teor de matria orgnica (50 a 70%) e considervel percentual de material reciclvel (8-15%). Parece existir uma "regra" preconizando que, para os pases em desenvolvimento, a soluo mais apropriada deve ser o enterramento. Esta filosofia tem levado prtica generalizada do uso de aterros, sem o mnimo controle sanitrio, o que, juntamente com os despejos a cu aberto (prtica mais encontrada), tem gerado srios problemas ambientais, muitas vezes irreversveis.

Nessas localidades, geralmente encontrado o seguinte quadro:

altos ndices de enfermidades e mortes causadas por doenas de veiculao hdrica;
baixo grau de nutrio da populao, o que aumenta a suscetibilidade s molstias;
crescente reduo da fertilidade do solo, por causa do plantio contnuo (a agricultura a base da economia);
caracterstica climtica peculiar (tropical ou subtropical), que gera uma demanda constante de hmus pelo solo; e
aumento populacional constante, em outras palavras, h cada vez mais pessoas para alimentar, maior necessidade de produo agrcola e, consequentemente, maior acmulo de resduos (lixo).
Essa uma condio bastante paradoxal: por um lado, a disposio inadequada dos resduos polui o meio ambiente e cria focos transmissores de doenas infecciosas; por outro, o lixo produzido rico em matria orgnica. aqui, ento, que se justifica a compostagem, mediante a qual haver produo de hmus (o composto orgnico) e, consequentemente, fixao de nutrientes no solo e aumento da produtividade agrcola, isto , a gerao de alimentos.

Torna-se necessrio enfatizar que a compostagem, alm de ser um processo de reciclagem, , antes de tudo, um processo sanitariamente seguro de tratamento de resduos orgnicos.

Os conceitos modernos de gerenciamento dos resduos slidos urbanos preconizam a adoo de sistemas descentralizados e de aes que visem minimizao dos resduos como forma de equacionar os problemas. A reciclagem e o reaproveitamento so opes concretas usadas para atingir tais objetivos.

Mostra-se que possvel construir, nessas localidades carentes, sistemas simplificados para a reciclagem dos resduos inertes e orgnicos (compostagem) dentro da concepo moderna de gerenciamento, incentivando o uso de sistemas mais compatveis com a nova ordem de proteo ambiental. Neste contexto, ser apresentado, alm dos resultados de pesquisas, um Projeto de Reciclagem, j implantado pela Universidade Federal de Viosa-UFV/Laboratrio de Engenharia Sanitria e Ambiental-LESA, que poder ser utilizado em vrias outras cidades de pases em desenvolvimento.

A compostagem tem uma funo de grande relevncia, que absorver grande parcela dos resduos produzidos, realizando, alm da reciclagem da matria orgnica, um tratamento seguro, que propicia uma srie de benefcios para as comunidades pobres.

A usina no conta com equipamentos eletromecnicos. operada manualmente e apresenta capacidade operacional de at 10 t/dia, equivalente produo de lixo de uma populao de 20 a 25 mil habitantes.

A simplicidade do projeto permite a construo da usina em cerca de 50 dias teis>>.>