Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: NO LIXO
País: Brasil
Fonte: A Notcia
Data: 6/2004
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Grande parte do material jogado fora no dia-a-dia tem mercado para reciclagem, principalmente as embalagens de alimentos. Veja quais so os mais importantes e como so aproveitados no Brasil
Pouco adianta a implantao de programas de coleta seletiva de lixo se no h mercado para a reciclagem dos materiais. Apesar das iniciativas conhecidas hoje no Brasil serem pontuais, novas experincias aparecem a cada dia e, com isso, o mercado tambm vai se expandindo aos poucos. Um bom exemplo desse fenmeno so as embalagens cartonadas (caixinhas tipo "longa vida"), que at pouco tempo estavam estocadas no centro de triagem da Comcap porque no havia empresas interessadas na compra do material - apesar de existir tecnologia para reciclagem. H cerca de trs semanas, o estoque foi adquirido pela empresa Novak, com sede no Sul do Paran, que recicla o material.

"Mesmo que haja grande variedade de materiais, sempre se arruma uma utilidade para eles", considera o professor Sebastio Rogrio Soares, do Laboratrio de Pesquisa em Resduos Slidos (Lareso) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Segundo ele, so necessrios mais investimentos na rea de pesquisa para que se obtenha melhor tecnologia para o aproveitamento do material - o Lareso, por exemplo, est estudando tcnicas de separao dos plsticos, um dos maiores empecilhos enfrentados atualmente para a reciclagem.

Os potenciais de aproveitamento de dez materiais utilizados cotidianamente pelos brasileiros foram pesquisados e sintetizados em estudo do Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre), associao sem fins lucrativos que realiza trabalhos para promover a reciclagem no Brasil. O estudo est disponvel pela internet na homepage http://www.cempre.org.br. A seguir apresentamos uma sntese desse material e a atual situao no mercado da regio.


Plstico filme (sacos plsticos)

A maior limitao para a reciclagem de plsticos a diversidade das resinas com que so produzidos, o que pode criar problemas na hora do reaproveitamento industrial. Como a identificao de algumas delas difcil a olho nu, a maioria dos mtodos de seleo utiliza a observao do material durante a queima. O setor que rene os fabricantes tem adotado uma padronizao com smbolos para facilitar a identificao.

A diversidade de cores outro problema - metade dos plsticos-filme existentes no mercado pigmentada, enquanto a outra metade branca. Como contm tintas, o plstico deve ser separado por cor, ou pelo menos os impressos devem ser isolados dos lisos.

15% do total de plstico reciclado em mdia no Brasil, o equivalente a 200 mil toneladas por ano. No h dados especficos sobre o plstico filme. Sabe-se apenas que o material representa 29% do total de plsticos separados pelas cidades que fazem coleta seletiva.
50% de energia pode ser economizada com o uso de plstico reciclado.
3,2% das sacolas e sacos plsticos so recicladas nos Estados Unidos (28,8 mil toneladas por ano) e 2% das embalagens de produtos (30 mil toneladas).
6,74% do peso do lixo coletado em Florianpolis pela coleta convencional corresponde a plstico filme. Na seletiva, 14% do recolhimento plstico em geral.

Papel de escritrio

O incentivo para a reciclagem de papel pequeno no Brasil porque o Pas grande produtor de celulose virgem. Apesar da grande disponibilidade de aparas (nome genrico dados aos resduos industriais ou domsticos), as indstrias costumam importar aparas para abastecer o mercado. Nos Estados Unidos, que exportam mais da metade do material arrecadado nas campanhas de reciclagem, crescente o nmero de indstrias que reutilizam papel de escritrio como matria-prima, o que diminui o custo da produo. O maior mercado o de embalagens.

A atividade de reciclar papel antiga, mas ganhou fora com a conscientizao para a necessidade de se reduzir a quantidade de lixo despejado e