• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Saiba mais sobre o Isopor (Poliestireno Expandido - EPS)
País: Brasil
Fonte: Ambiente Brasil
Data: 7/2004
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
O isopor - poliestireno expandido, um plstico celular e rgido, que pode apresentar numa variedade de formas e aplicaes. Apresenta-se como uma espuma moldada, constituda por um aglomerado de grnulos.

O isopor uma espuma formada a partir de derivados de petrleo, o poliestireno expandido. Na sua antiga fabricao entrava o gs CFC, acusado de ser nocivo a camada de oznio. Porm atualmente usa-se outro gs para expandir o poliestireno.

Nas instalaes dos produtores de isopor, a matria prima sujeita a um processo de transformao fsica, no alterando as suas propriedades qumicas. Esta transformao processa-se em trs etapas :

a) A pr-expanso

A expanso do poliestireno (PS) expansvel efetuada numa primeira fase num pr-expansor atravs de aquecimento por contato com vapor de gua. O agente expansor incha o PS para um volume cerca de 50 vezes maior do original. Da resulta um granulado de partculas de isopor constitudas por pequenas clulas fechadas, que armazenado para estabilizao.

b) O armazenamento intermedirio

O armazenamento necessrio para permitir a posterior transformao do isopor. Durante esta fase de estabilizao, o granulado de isopor arrefece o que cria uma depresso no interior das clulas. Ao longo deste processo o espao dentro das clulas preenchido pelo ar circundante.

c) A moldagem

O granulado estabilizado introduzido em moldes e novamente exposto a vapor de gua, o que provoca a soldadura do mesmo; assim obtm-se um material expandido, que rijo e contm uma grande quantidade de ar.

Para fabricar placas para a Construo Civil produzem-se blocos de isopor em grandes moldes paralepipdicos.

Para fabricar moldados em isopor, o granulado insuflado para dentro de moldes com a conformao das peas pretendidas.

A escolha do tipo de matria prima e a regulao do processo de fabricao, permitem a obteno de uma ampla gama de tipos de isopor, com diversas densidades, cujas caractersticas se adaptam s aplicaes previstas.

Aplicaes e Usos
Duas caractersticas do Isopor tm fortalecido a sua presena no mercado consumidor, onde vem obtendo crescente participao: a leveza e a capacidade de isolamento trmico, s quais ainda se associa o baixo custo.

Tm sido utilizado na confeco de peas como:

Caixas trmicas para acondicionamento de bebidas e alimentos.

Porta - mamadeiras.

Porta - garrafas de cerveja.

Porta - copos.

Baldes para gelo.

Pranchas esportivas.

Pranchas para artesanato.

Esferas para vitrinismo.

Na Construo e nas Embalagens

As aplicaes do isopor na construo civil so extraordinariamente variadas, salientando que o isopor, alm de ser um excelente material de isolamento trmico, pode tambm ser um sistema construtivo.

Vantagens:

Baixa condutibilidade trmica

A estrutura de clulas fechadas, cheias de ar, dificultam a passagem do calor o que confere ao isopor um grande poder isolante.

Leveza

As densidades do isopor variam entre os 10-30 kg/m3, permitindo uma reduo substancial do peso das construes.

Resistncia mecnica

Apesar de muito leve, o isopor tem uma resistncia mecnica elevada, que permite o seu emprego onde esta caracterstica necessria.

Baixa absoro de gua

O isopor no higroscpico. Mesmo quando imerso em gua o isopor absorve apenas pequenas quantidades de gua. Tal propriedade garante que o isopor mantenha as suas caractersticas trmicas e mecnicas mesmo sob a ao da umidade.

Fcil de manusear e colocar

O isopor um material que se trabalha com as ferramentas habitualmente disponveis, garantindo a sua adaptao perfeita obra.

O baixo peso do isopor facilita o manuseamento do mesmo em obra. Tod