• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Tratamento de lixo tecnolgico - no Brasil e na Unio Europia
País: Brasil
Fonte: www.ambientebrasil.com.br
Data: 7/2005
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Introduo

Com receita total de R$ 63,2 bilhes, volume de exportao de US-$ 4,7 bilhes, fora de trabalho de 121.000 em 2003 e crescimento esperado de 13% nos rendimentos para o ano de 20041, a concepo, produo e venda de Equipamentos Eltricos e Eletrnicos (EEE) no Brasil transformou-se em uma das mais importante indstrias exportadoras. Ao mesmo tempo, as prticas correntes de administrao e o crescente padro de vida no Brasil e em outros pases industrializados, causaram um aumento proeminente do consumo de recursos. Como resultado, os limites ecolgicos podem ser excedidos e os recursos explorados de forma no sustentvel.2 Um melhor padro de vida no pode ser alcanado atravs de um aumento proporcional no consumo dos recursos naturais, dado os limites ecolgicos. O consumo de energia e recursos tem que diminuir para atingir e sustentar um padro de vida satisfatrio a todos. Elevar a produtividade destes recursos em suas respectivas aplicaes, permitiria um melhor padro de vida global com subseqente queda no consumo de recursos naturais.

O impacto ecolgico dos EEE, quando no tratados apropriadamente aps a sua fase de uso, e a perda econmica, proveniente da no valorizao da economia de ciclo (cycle economy), so imensos. Somente na Europa, 8 milhes de toneladas de EEE so descartados todo ano. Como exemplo, o nmero mundial de telefones celulares obsoletos j estimado como sendo superior a 500 milhes e continua a aumentar rapidamente. Telefones celulares descartados em aterros sanitrios ou incinerados criam a possibilidade de liberar substncias txicas (metais pesados) que antes estavam nas baterias, circuitos impressos, displays de cristal lquido, carcaas de plstico ou fiao.3

Economia de ciclo nas reas de materiais de embalagem, veculos ultrapassados e EEE - para mencionar somente os mais recentes - j se tornou parte integral da sociedade e da legislao de determinados pases, como Austrlia, Unio Europia (UE), Estados Unidos (EUA) ou em pases asiticos, que tm a Coria do Sul e o Japo como exemplos. A sua propagao continua a criar novas oportunidades de negcio em reciclagem, reuso e remanufatura, empregando novos profissionais qualificados e beneficiando os processos produtivos com matrias-primas mais baratas. A reciclagem trmica ou material dos EEE reduz a necessidade global pela extrao de materiais virgens, como ferro, alumnio, combustveis ou metais preciosos (exemplo, ouro ou prata), assim como a busca por ingredientes txicos, cdmio, mercrio, chumbo ou bismuto, indispensveis para a produo da maioria dos elementos eltricos em circuitos impressos. Alm da reciclagem, o reuso e a remanufatura de produtos ou componentes podem ser uma opo ecolgica e econmica ainda melhor para a economia de ciclo, desde que a oferta e demanda estejam em equilbrio. EEE, como computadores de marca, telefones celulares, cartuchos de toner ou cmeras fotogrficas descartveis, j esto sendo remanufaturados com sucesso. 4

Atualmente, no existem sistemas adequados para a coleta ou tratamento de EEE no Brasil. Estados membros da UE (Holanda e Sucia, entre outros), por sua vez, implementaram sistemas obrigatrios para a coleta de resduos, que incluem o grupo dos EEE. A Alemanha consolidou as bases para o desenvolvimento sustentvel de uma economia de ciclo em 1996, com a validao do ato: "Act for Promoting Closed Substance Cycle Waste Management and Ensuring Environmentally Compatible Waste Disposal5". A grande fora padronizadora da UE relativa ao tratamento de EEE foi a diretiva "Waste of Electric and Electronic Equipment" (WEEE), publicada em 2003 e que deve ser implementada como lei nacional em 20046 para a maioria dos estados membros. Na Alemanha, para o fim de 2005, os produtores originais de equipamentos7 (OEM), importadores e distribuidores vo ser solicitados a retirar os EEE obsoletos para em seguida, processa-los profissionalmente, isto<