Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Lixo no Brasil
País: Brasil
Fonte: http://sobrelixo.awardspace.com/lixonobrasil.php
Data: 4/2007
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Atualmente, vivemos num ambiente onde a natureza profundamente agredida. Toneladas de matrias-prima, provenientes dos mais diferentes lugares do planeta, so industrializadas e consumidas gerando rejeitos e resduos, que so comumente chamados lixo. Seria isto lixo mesmo? Lixo basicamente todo e qualquer material descartado, proveniente das atividades humanas. importante lembrar que o lixo gerado pelo homem apenas uma pequena parte da montanha gerada todos os dias, composta pelos resduos de outros setores. Os diferentes tipos de lixo se classificam de acordo com sua origem:
- dos espaos pblicos: como ruas e praas, o chamado ‘‘lixo de varrio‘‘, com folhas, terras, entulhos.
- dos estabelecimentos comerciais: com restos de comida, embalagens, vidros, latas, papis.
- das casas: com papis, embalagens plsticas, vidros, latas, restos de alimentos, rejeitos.
- das fbricas: com rejeitos slidos e lquidos. de composio variada, que depende dos materiais e processos usados.
- dos hospitais, farmcias e casas de sade: um tipo especial de lixo, contendo agulhas, seringas, curativos; o chamado "lixo patognico", o que produz inmeras doenas.
Como se percebe, em todo o lugar sai lixo. E se a este for dado um destino final inadequado?
.: O Nosso Lixo um Luxo
Mais de 50% do que chamamos lixo e que formar os chamados "lixes" composto de materiais que podem ser reutilizados ou reciclados. O lixo caro, gasta energia, leva tempo para decompor e demanda muito espao. Mas o lixo s permanecer um problema se no dermos a ele um tratamento adequado. Por mais complexa e sofisticada que seja uma sociedade, ela faz parte da natureza. preciso rever os valores que esto norteando o nosso modelo de desenvolvimento e, antes de se falar em lixo, preciso reciclar nosso modo de viver, produzir, consumir e descartar. Qualquer iniciativa neste sentido dever absorver, praticar e divulgar os conceitos complementares de REDUO, REUTILIZAO e RECICLAGEM.
REDUZIR Podemos reduzir significativamente a quantidade de lixo quando se consome menos de maneira mais eficiente, sempre racionalizando o uso de materiais e de produtos no nosso dia a dia. A ttulo de exemplo, possvel editar e revisar documentos na tela do computador, antes de recorrer a cpias impressas; obter fotocpias em frente e verso; publicar informativos mensais ou semanais ao invs de produzir diversos memorandos; usar quadros de avisos para leitura coletiva, em substituio a circulares; omitir envelopes para correspondncias internas; usar mais eficientemente os materiais de nosso cotidiano, como pilhas, pastas de dentifrcio, sapatos, roupas, etc. Uma observao considervel: os restaurantes que servem "comida a quilo" esto fazendo o maior sucesso: o mnimo desperdcio possvel.
REUTILIZAR O desperdcio uma forma irracional de utilizar os recursos e diversos produtos podem ser reutilizados antes de serem descartados, podendo ser usados na funo original ou criando novas formas de utilizao. Exemplificando: podemos utilizar os dois lados do papel, confeccionar blocos para rascunhos com papel escritos ou impressos em apenas um dos lados; reutilizar envelopes e clipes; reutilizar latas, sacos e embalagens plsticas para vasilhames, produo de mudas e at mesmo brinquedos; triturar restos de materiais e entulhos de construo para reutiliz-los em construes simples.
RECICLAR o termo usado quando re-feito, por industrias especializadas, o produto de origem industrial, artesanal e agrcola, que foi usado e descartado ao fim de seu ciclo de produo e utilizao. A reciclagem vm sendo mais usada a partir de 1970, quando se acentuou a preocupao ambiental, em funo do racionamento de matrias-primas. importante que as empresas se convenam no ser mais possvel desperdiar e acumular de forma poluente materiais potencialmente reciclveis.
Como afirmou Lavoisier