• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: ONU prepara plano para reciclagem de celulares
País: Brasil
Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI590465-EI4799,00.html
Data: 1/2008
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
As Naes Unidas esto trabalhando em um projeto para obterem um acordo mundial sobre o descarte correto de celulares, aparelhos que usam metais pesados. O plano pode ter impacto sobre os custos de produo dos telefones.
A ONU, a indstria da reciclagem, os fabricantes de celulares e as operadoras de telefonia mvel esto trabalhando de maneira conjunta como parte da Conveno da Basilia, da ONU, sobre o controle e descarte de resduos. O novo acordo pode expandir compromissos que j esto em vigor na Europa, Amrica do Norte e Japo, nos meses que antecedem uma conferncia que vai acontecer em Nairbi dentro de um ano.

O Bureau of International Recycling (BIR), uma organizao sediada em Bruxelas cujos membros incluem o Sims Group, da Austrlia, maior empresa de reciclagem do mundo, e a alem Verein Deutscher Metall-Handler (VDM), afirmam que um acordo mundial abrangente sobre a necessidade de recolher, processar e dispor esse tipo de resduo se tornou necessrio. "Em termos prticos, esperamos que quaisquer projetos criados com base no acordo se tornem sustentveis e criem rotas estabelecidas para recolher detritos eletrnicos com o objetivo de reciclagem e recuperao", disse Ross Bartley, diretor ambiental e tcnico da BIR, Reuters, de Bruxelas.

A Unio Europia j tem em vigor um sistema de descarte de resduos sob o qual os fabricantes de celulares arcam com a maior parte do custo. Nem a ONU, nem a indstria de reciclagem oferecem nmeros sobre os custos que poderiam ser gerados pela adoo do novo acordo. Alm de metais pesados txicos, celulares contm metais valiosos como platina, ouro, cobre, alumnio e magnsio, alm de plstico.

Um nmero cada vez maior de eletrodomsticos jogados no lixo vem encontrando espao no mercado internacional, no qual empresas os adquirem para extrair os metais raros e os componentes caros que contm, de acordo com dados do setor. As partes remanescentes muitas vezes so jogadas fora de maneira indevida. "Essas rotas de descarte final precisam ser estabelecidas e mantidas da maneira devida", disse Bartley.


Reuters