Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Entulhando oportunidades
País: Brasil
Fonte: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=460
Data: 4/2008
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
"Estima-se que para cada 1 m construdo equivale a gerao de 150 kg de resduos" Por Tatiane Medeiros Melo

Representatividade
Os resduos da construo civil correspondem a 50% do total de resduos slidos urbanos coletados e estima-se que para cada 1 m3 construdo equivale a gerao de 150 kg de resduos.
Estudos realizados em alguns municpios indicam que os resduos da construo formal representam de 15% a 30% do volume de resduos da construo e demolio, enquanto a construo informal responsvel pelo restante, ou seja, 85% a 70% dos resduos.

Alternativas
Para que haja a consolidao do gerenciamento adequado desse resduo no municpio, imprescindvel a formalizao de polticas pblicas que incentivem e viabilizem as iniciativas privadas. Atravs de uma parceria pblica-privada entre construtoras, transportadores e poder pblico possvel o cumprimento de um arcabouo legal, baseado na Resoluo CONAMA n 307:2002.

Tal arcabouo precisa circundar-se de mecanismos fsicos e institucionais, com a criao de estruturas gerenciais de informao e fiscalizao. O estabelecimento de convnios no mbito local, com eventual cesso de reas pblicas proporciona a instalao dos processos necessrios para a reciclagem desse material.

Deposio clandestina de entulho
Atribuies do municpio
Na esfera pblica a primeira ao a ser tomada o desenvolvimento e implementao do Plano Integrado de Gerenciamento dos Resduos da Construo Civil, o qual deve incorporar o Programa Municipal de Gerenciamento de Resduos da Construo Civil e o Projeto de Gerenciamento de Resduos da Construo Civil. A Resoluo CONAMA supracitada exigiu a elaborao do Plano Integrado por parte do municpio a partir de janeiro de 2003 e sua implantao a partir de julho de 2004.

Alm disso, imperativa a regulamentao municipal do uso preferencial de agregados reciclados em obras e servios pblicos. Transportadores licenciados e definio de locais de destinao final, legalmente autorizados pelo poder pblico municipal, completam o correto gerenciamento.

Atribuies da iniciativa privada
Por sua vez, o gerenciamento dos volumes da construo formal dever dos grandes geradores, os quais so responsveis pela remoo e destinao ambientalmente correta dos resduos.

Para tanto a referida Resoluo exige dos mesmos a elaborao e implantao do Projeto de Gerenciamento de Resduos, para anlise pelo rgo ambiental competente do poder pblico municipal. Deveriam constar como prticas das construtoras desde janeiro de 2005, de acordo com a Resoluo supracitada. Experincia - Em construtoras que implantaram Projeto de Gerenciamento de Resduos Slidos (PGRS), includas no Projeto Piloto de 2002 em Goinia, de autoria da Arquiteta Rachel Blumenschein, intitulado Programa de Reduo de Desperdcio e Gesto de Materiais, houve uma reduo mdia de 70% no desperdcio e diminuio em torno de 40% a 50% do nmero de caambas. Registrou-se, tambm nesse perodo, que apenas 20% a 40% dos resduos gerados nos canteiros de obra foram encaminhados ao aterro sanitrio.

Oportunidades
O gerenciamento dos resduos possibilita diversas oportunidades. A separao na obra dos materiais reciclveis viabiliza a obteno e aproveitamento dos materiais reciclveis e do entulho limpo, o qual, na forma de agregado reciclado, pode ser utilizado pela prefeitura para execuo de base e sub-base de asfalto, blocos de concreto sem funo estrutural para confeco de casas populares, entre outros.

Alm disso, tal prtica reduz a quantidade de resduos gerada e disposta irregularmente. Ao mesmo tempo, aumenta a lucratividade advinda do racionamento do uso dos materiais e da comercializao dos rejeitos. Ainda, existe o ganho incalculvel de melhor qualidade de vida proporcionado por uma cidade limpa.

Custos
Os custos a serem reduzido