Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: A cidade e o lixo
País: Brasil
Fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/opiniao/862649.html
Data: 3/2009
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Dentre os vrios problemas sofridos por uma metrpole incompleta, o do lixo ou resduos slidos causa srios problemas. O lixo produzido numa relao direta com o padro de vida dos habitantes da cidade. Quem ganha mais gera mais lixo porque consome mais. Produzido com muita rapidez, a coleta, o transporte e o destino do lixo tem que ser feito de forma gil e eficiente, garantindo condies de sade e higiene na perspectiva do plano pessoal e coletivo. Nossa sociedade, extremamente desigual, faz do lixo fonte de renda e ganha po de muitos. A cadeia produtiva do lixo muita complexa. Para as grandes empresas responsveis pela coleta, transporte, seleo e tratamento trata-se de um negcio vultoso e concorrido. Para os catadores, verdadeiros agentes da reciclagem, um mal necessrio, escancarando nossa incapacidade de oferecer melhores condies de vida aos nossos cidados. Nos lixes, longe do olhar dos formadores de opinio, um expressivo nmero de pessoas vive do ciclo do lixo. Poderia chamar o lixo durante todo tempo, de resduo slido, talvez purificando um pouco o universo putrefato e mal cheiroso que o envolve. Acho a denominao lixo, mais conveniente pela forma incmoda com que ele se espalha por nossa cidade evidenciando problemas de controle e fiscalizao. Na estao chuvosa a situao se complica. Os crticos de planto tendem a afirmar de imediato que problema dos gestores e da empresas coletoras. Afirmam e tem certa razo. Entretanto, seria impossvel no falar dos problemas de falta de educao de muitos moradores de nossa cidade. Que falta faz a educao ambiental e o avano de uma verdadeira conscincia ecolgica! Todos ns somos responsveis por boas prticas de convivncia saudvel e cidad. Fico incomodado e muito me aborreo com as mazelas de nossa Fortaleza. De meu apartamento observo a limpeza e coleta correta do lixo na rua em que moro. Seria excelente, no fora, a insistncia de muitos moradores, que elegeram alguns locais para formao de monturos. Infligindo a legislao, muitos contratam carroceiros para livrar-se de restos de construo, galhos e troncos decorrentes de poda de rvores ou limpeza de jardins e outros dejetos que so regularmente colocados nesses monturos. Na esquina das ruas Repblica do Lbano e General Dutra, um enorme monturo ocupa a calada e praticamente metade da via. Alm da coleta sistemtica do lixo domiciliar, o local limpo regularmente. Ao amanhecer chegam carroceiros e mesmo camionetes que formam novamente o monturo gerando os problemas decorrentes. Infelizmente o problema agravado por alguns moradores de casas da vizinhana que ali depositam seus sacos de lixo. Na rua Frei Mansueto quase esquina com a Repblica do Lbano um terreno baldio tem sido regularmente usado para formao de monturo. A prefeitura exigiu que o terreno fosse cercado, alocou placa alusiva proibio de se atirar lixo no local e, mesmo assim, sacos de lixo so l colocados. Como combater prticas to danosas sade, esttica, ao nosso bem estar? Impossvel um fiscal em cada quarteiro. A prefeitura da cidade tem obrigao e deve marcar presena fiscalizando os servios contratados. As empresas prestadoras do servio de coleta tm a obrigao de realizar a tarefa de forma satisfatria. E ns, o que devemos ou podemos fazer para frear prticas indevidas e indesejveis? Como agir diante de cidados que atiram latinhas de cerveja e de refrigerantes das janelas de carros e nibus, dos que jogam fraldas descartveis usadas, dos que jogam papis, tocos de cigarro? Alguma coisa tem que ser feita. No podemos fingir que nada est acontecendo e nos tornarmos cmplices dos que manifestam desrespeito ao interesse coletivo. Uma cidade jamais ser bela se o lixo emporcalhar suas ruas e praas, entupindo seus bueiros provocando inundaes. Uma cidade jamais ser saudvel se os sacos, copos e outros produtos de plstico forem atirados s ruas aps serem usados. Quem j viu um fim de festa em espao pblico sabe do que estou falando! Para o catador de latinhas voltadas reciclagem, excelente oportunidade de ganhar um dinheirinho. Inclusive na Beira Mar, apesar das lixeiras, muitos insistem em atirar o lixo no cho. Tenho ou no tenho razo de ficar aborrecido? JOS BORZACCHIELLO DA SILVA Gegrafo e Professor da UFC borza@secrel.com.br