Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: A reciclagem e a crise econmica
País: Brasil
Fonte: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=785
Data: 3/2009
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
"O rgo ambiental ingls estimulou as parcerias entre prefeituras e empresas de reciclagem a promover a participao popular para uma coleta mais eficiente. Para reduzir os impactos ao meio ambiente, h, inclusive, abertura para identificao de reas alternativas para armazenamento dos materiais" Por Beatriz Luz A reciclagem mais uma rea da economia que sofre com a crise mundial. A queda do consumo, a constante diminuio da produo industrial nos grandes centros produtivos, a retrao nos preos das commodities e, conseqentemente, a reduo da demanda por materiais reciclveis afetam diretamente a viabilidade econmica dessa prtica em todo o mundo. Na Inglaterra no diferente. No caso dos plsticos, por exemplo, o material j rendeu at 200 libras por tonelada, mas, em questo de semanas, o preo caiu a zero. Com isso, a reciclagem ficou invivel economicamente, uma vez que no possvel sequer cobrir os custos de transporte do produto. A infra-estrutura de reciclagem na Inglaterra, em geral, no capaz de processar todo o material gerado no pas. Muitas prefeituras e empresas de gerenciamento de resduos e de reciclagem dependem diretamente do mercado asitico para chegar aos nveis necessrios de reprocessamento. Com a drstica reduo na produo de materiais reciclveis e, conseqentemente, a queda do preo, empresas britnicas comeam a estocar o material no aguardo de uma melhora do mercado. A estocagem inadequada, porm, poderia causar problemas legais s empresas que excederem a capacidade permitida de armazenamento. Por isso, o governo teve de agir rapidamente, para evitar a disposio ilegal ou inadequada de resduos e ainda dar apoio a prefeituras e empresas de reprocessamento de materiais. Eficincia e preveno - A situao demonstra a necessidade cada vez maior de melhorar a infra-estrutura de reciclagem no pas. Quanto mais eficiente a coleta dos materiais e, conseqentemente, a qualidade do que reciclvel, maior o valor que pode ser obtido pelo material, tanto no mercado interno quanto no externo. Aqueles que se tornarem mais eficientes e fornecerem o melhor servio sobrevivero crise. O rgo ambiental ingls estimulou as parcerias entre prefeituras e empresas de reciclagem a promover a participao popular para uma coleta mais eficiente. Em determinadas circunstncias, a instituio sinalizou at mesmo com a possibilidade de mudana na licena, para permitir maior armazenamento de materiais de forma temporria, durante o perodo em que o mercado est em baixa. Para reduzir os impactos ao meio ambiente, h, inclusive, abertura para identificao de reas alternativas para armazenamento dos materiais. O objetivo, portanto, no deve mudar: a prioridade deve estar sempre na no-gerao de resduos. Quando h dificuldade de reciclagem e reuso, a compostagem e a incinerao podem ser consideradas, mas o foco na hierarquia dos resduos e eficincia no deve ser perdido. Enquanto, no momento, a fase extremamente complicada, a perspectiva a de estabilizao e de melhora do mercado no futuro. Materiais de qualidade sempre tm o seu lugar no mercado. O trabalho eficiente evita desperdcios e reduz custos - fatores crticos em um momento de crise. As campanhas promocionais e todo o trabalho feito no pas para o aumento da reciclagem no podem ser esquecidos. medida que novas empresas de reciclagem surgirem, haver reduo da dependncia do mercado chins e aumentar a demanda por materiais reciclveis. O governo tem uma viso promissora, visto que h uma srie de novos projetos sendo aprovada. Novos mercados - As polticas de apoio e incentivo ao reuso e reciclagem tornam-se cada vez mais importantes em momentos como estes. A identificao de novos mercados, incentivo ao uso de materiais alternativos e desenvolvimento de normas tcnicas, que ajudam a transformar resduos em produtos, so atividades que vo ajudar a diminuir a gerao de resduos e vo contribuir para a reduo de emisso de gases danosos ao meio ambiente. The Waste Protocols Project, por exemplo, um programa financiado pelo governo britnico que cria normas de qualidade para determinar quando, onde e como certos resduos podem ser reutilizados sem causar danos ao meio ambiente. A crise no foi suficiente para interromper as atividades desse programa, que j vem sendo desenvolvido com sucesso desde 2006. No dia 21 de janeiro de 2009, o programa lanou uma nova campanha para identificao de mais resduos que possam ser reutilizados ou reciclados em situaes predeterminadas. J foram pesquisados a aprovados onze materiais. As normas devem ser seguidas para garantir o uso eficiente dos materiais em situaes especficas. Com as novas possibilidades, os benefcios estimados para a indstria nos prximos dez anos resultam em uma economia de at 400 milhes de libras, com novos mercados que podem valer at 280 milhes de libras. Estima-se a eliminao de at 17 milhes de toneladas de resduos que seriam dispostos em aterros sanitrios. Os protocolos de qualidade ou normas tecnicas (Waste Protocols) so ferramentas essenciais indstria, pois oferecem a garantia de que o uso do material ser eficiente e sem riscos. Resduos so transformados em matria-prima uma vez que so processados e tratados de acordo as determinaes do protocolo. Se trabalharmos juntos, como foco e uma viso positiva e criativa, podemos vencer a crise e ainda gerar bons frutos neste momento to difcil. Beatriz Luz, engenheira Qumica pela Universidade Federal do Rio e mestre em Engenharia Ambiental pela Faculdade de Surrey, na Gr-Bretanha, trabalha como consultora ambiental na Inglaterra na rea de uso eficiente de recursos. Setor Reciclagem fonte: http://br.invertia.com