Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Garrafas PET vestem o corpo
País: Brasil
Fonte: http://www.reciclaveis.com.br/noticias/00906/0090601corpo.htm
Data: 6/2009
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Voc j imaginou usar roupas feitas a partir de garrafas PET? Mas no pense que desconfortvel. Pelo contrrio. O toque to macio como o do algodo. Acha estranho? Pois saiba que isso possvel e, principalmente, um fator importante no combate ao desperdcio, j que evita que as garrafas sejam jogadas fora, muitas vezes em lixes e aterros. Transformao - Voc deve estar se perguntando como possvel transformar um plstico duro em roupa macia. O engenheiro txtil e gerente de capacitao tecnolgica da Associao Brasileira da Indstria Txtil (Abit), Sylvio Npoli, explica que a roupa no feita diretamente das garrafas. "Elas so transformadas na fibra de polister que, por sua vez, ser utilizada por uma fbrica de tecidos ou malhas". Mas para se chegar malha que ser costurada e estampada para virar uma camiseta, por exemplo, so necessrias algumas fases. Na primeira etapa, aps coletadas, as garrafas so lavadas e separadas por cor. Tampa e rtulos so retirados. Depois elas passam por um processo de secagem e so modas e transformadas em "flakes" - pequenos pedaos de plsticos picados. Em seguida, os flakes so derretidos e filtrados, retirando assim todas as impurezas slidas. Depois de frio, o produto triturado no formato de pequenos gros. Este material levado para a fbrica onde se faz a fibra. O procedimento retirar a umidade, novamente em fuso a 300 graus, e depois passar por fieiras, que separam o plstico em filamentos. A fibra 20% mais fina em comparao com a de algodo, o que garante a maciez. Fios - Na terceira fase ocorre a estiagem, que transforma o material em fio, cujo tamanho cortado de acordo com a aplicao a que se destina, como camisetas, camisas polos, bons e roupas em geral. A colorao da fibra pode ser feita na massa da fuso ou aps estar pronto, com tingimento base de gua. Maciez - Apesar de parecer estranho, o tecido de PET reciclado to macio quanto o de algodo. Alm disso, possui cores diferenciadas e pode ser to ou mais durvel que as camisetas de algodo. Garrafas a menos - Na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, a empresa Fujiro retirou do meio ambiente um milho de garrafas PET em apenas trs anos. Apesar disso, o engenheiro txtil Sylvio Npoli aponta uma desvantagem em relao ao tecido de algodo. "Ele absorve pouca umidade. Porm, um tecido que no amassa facilmente", explica. "E para aproveitar a qualidade dos dois tecidos (de PET e de algodo), as empresas misturam as duas fibras", explica. Toneladas de fios - Em 2007, foram recicladas no Brasil 231 toneladas de garrafas PET, o equivalente a 53,5% da produo total (432 toneladas). Alm de eliminar o descarte indiscriminado, a reciclagem, em comparao com a garrafa de material virgem (que no foi reciclada), garante uma economia de 97% de energia e 86% de gua. Conhea mais alguns dados dessa transformao benfica para a natureza. Para se fazer uma camiseta preciso usar: 3,5 garrafas de 1,5 litros; ou 5 garrafas PET de 1litro; ou ainda 8,3 garratas de 600 ml; 16,6 garrafas de 300 ml. Uma garrafa de 2 litros gera 50 gramas de fibra de polister. Faa o teste: pese uma camiseta, ou qualquer pea de tecido que contenha polister na composio (veja essa informao na etiqueta da roupa) e verifique a proporo para determinar quantas garrafas poderiam estar nela. Por exemplo, um moletom de 300 gramas, feito com 67% de fibra de polister e 33% de viscose (composio muito comum) possui 201 gramas de polister, ou seja, 4 garrafas de 2 litros. Fonte: Teresa Orr (Jornal de Jundia)