Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Descarte resduos automotivos corretamente
País: Brasil
Fonte: http://www.cimm.com.br/portal/noticia/exibir_noticia/5691-descarte-resduos-automotivos-corretamente
Data: 1/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.cimm.com.br/portal/noticia/exibir_noticia/5691-descarte-resduos-automotivos-corretamente
Curiosidade (texto):
A ACAV (Associao Brasileira de Distribuidores Volkswagen Caminhes e nibus) alerta para o correto descarte dos resduos provenientes da manuteno de caminhes e nibus. Os principais materiais identificados como prejudiciais so o leo lubrificante usado, filtros de leo e de ar e pneus. A destinao inadequada destes componentes pode causar srios danos ambientais. Por esse motivo, buscamos conscientizar os concessionrios de todo o Pas sobre a importncia de realizar o descarte apropriado para cada material, comenta Mario Tavella, assessor de Assistncia Tcnica da ACAV. De acordo com a norma ABNT NBR 10004:2004, os resduos classificados na classe I (perigosos) so graxa, leos, tintas ou macaces, toalhas e filtros contaminados com estes materiais. Quando descartados de forma incorreta, esses componentes podem contaminar o solo e, at mesmo, o lenol fretico. Entre esses itens, o filtro de leo merece ateno especial. Muitas pessoas consideram o material como sucata metlica e o destinam a receptores intermedirios. No entanto, a membrana filtrante do componente retm leo e pode prejudicar o meio ambiente. Atualmente, existem equipamentos que cortam os filtros e retiram o leo remanescente. Depois que a membrana retirada, a carcaa metlica pode ser destinada como sucata, explica Louisse Emanuele Brunoro, especialista em Auditoria da Qualidade e Ambiental da Elo. Alm desta norma, foram criadas diversas regulamentaes para definir as regras que cada empresa deve seguir. Essas leis podem ser estaduais ou federais. Entre elas, destacam-se a Resoluo do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) n 357/05, que fala sobre os padres de lanamento e recolhimento de efluentes; e a n 362/05, que trata da coleta e destinao final de leo lubrificante usado ou contaminado. Outro item que pode causar danos ao meio ambiente o pneu. Este resduo possui uma regulamentao especfica. As resolues CONAMA n 258/99 e n 301/02 afirmam que as empresas fabricantes e importadoras de pneus devem assegurar seu correto descarte. No entanto, distribuidores e revendedores so corresponsveis pela destinao do material. Uma das atitudes mais importantes dos concessionrios analisar os receptores e transportadores destes resduos. O ideal que esses fornecedores sejam licenciados e que todas as operaes sejam documentadas por meio de notas fiscais e certificados de destinao final. Alm disso, conscientizar os profissionais da Rede sobre a importncia do descarte seguro fundamental, j que o distribuidor responsvel por qualquer dano ambiental ocorrido durante o transporte e a destinao dos resduos, completa Tavella.