• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Catadores mostram mquina de varal com garrafas PET
País: Brasil
Fonte: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=1208
Data: 1/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=1208
Curiosidade (texto):
A primeira mquina que construiu para fabricar o produto foi feita com motores de mquinas de costura, freio de bicicleta, cano de gua, entre outros materiais. Hoje, so produzidos cerca de 50 mil metros de varal por ms. No entanto, a produo vai dobrar, pois a cooperativa conseguiu apoio da Petrobrs Catadores de materiais reciclveis da regio do ABCD participaram da Reviravolta Expocatadores no Mart Center, em So Paulo. O evento, que terminou nesta quinta-feira, reuniu pessoas de 22 estados brasileiros e catadores de oito pases, como Argentina e Colmbia. Durante os trs dias da feira houve exposies de projetos para reciclagem, palestras e seminrios sobre gesto de resduos slidos e incluso social. A exposio foi encerrada com a presena do Presidente da Repblica, Luiz Incio Lula da Silva. A organizao foi feita pelo MNCR (Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Reciclveis). Segundo a organizao, h cerca de 800 mil catadores trabalhando e vivendo da coleta de materiais reciclveis no pas. A renda mdia nacional desses trabalhadores varia de R$ 140 a R$ 318 mensais. A categoria de catador catalogada pela CBO (Classificao Brasileira de Ocupaes) como ocupao de trabalho. O objetivo da exposio era discutir as leis recentemente aprovadas de Poltica Nacional de Saneamento e a Poltica Nacional de Resduos Slidos. A feira de exposies reuniu artistas plsticos, artesos, empresas e projetos sociais de sustentabilidade. Outro foco foi a mostra com novas tecnologias de baixo custo para melhor aproveitamento produtivo no trabalho com a reciclagem. O ABCD foi representado pela Coopcent (Cooperativa Central de Catadores e Catadoras de Materiais Reciclveis do Grande ABC). A empresa rene dez cooperativas de materiais reciclveis onde trabalham cerca de 190 catadores. A cooperativa levou as mquinas que utiliza para fazer cordas de varal com garrafas pets. De acordo com a representante da Coopcent, Maria da Penha Aparecida Cunha Guimares, o mais importante no evento conhecer outros trabalhos e ver os seminrios. Alm das exposies dos produtos e mquinas, as palestras so muito importantes para ns ganharmos ainda mais conhecimento, afirmou a tesoureira da instituio. Segundo a profissional, logo no primeiro dia a feira mostrou trabalhos interessantes. Vi uma palestra sobre logstica muito boa. Tambm tinha um pessoal de So Paulo que exps livros escolares de papelo e rvores de natal de pet. Varal de PET A primeira fbrica de varal feito com garrafa pet do ABCD foi inaugurada neste ano em Diadema. No entando, as primeiras unidades foram feitas em 2007. O precursor da ideia foi Claudinei de Lima. A primeira mquina que construiu para fabricar o produto foi feita com motores de mquinas de costura, freio de bicicleta, cano de gua, entre outros materiais. Hoje, so produzidos cerca de 50 mil metros de varal por ms. No entanto, a produo vai dobrar, pois a cooperativa conseguiu apoio da Petrobrs para construo de mquinas profissionais. O material vendido em pequenos comrcios da regio. Tesoureira de cooperativa d dicas a catadores Maria da Penha contou que participar do evento uma grande satisfao. Alm de tesoureira da cooperativa diretora do projeto Varal de Pet. Antes de ser uma das organizadoras da Coopcent passou 15 anos como catadora avulsa. Passava em vrios lugares catando com um saco. No ganhava nem R$ 150 por ms. O ferro velho ficava com a maior parte do dinheiro. A catadora s conheceu a primeira cooperativa de materiais reciclveis em 2003. Hoje, aos 52 anos ganha mais de um salrio mnimo e deixa a dica para quem ainda trabalha sozinho como catador. A melhor coisa a se fazer entrar para uma cooperativa. O material mais valorizado e voc ganha conhecimento. A cada dia a sua autoestima aumenta. Maria tambm faz questo de falar que se orgulha da profisso que tem e das conquistas que conseguiu junto aos colegas. Temos uma profisso digna e conseguimos melhorias. fonte: www.redebomdia.com.br