Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Plstico verde
País: Brasil
Fonte: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=931
Data: 4/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=931
Curiosidade (texto):
1) Definio tambm chamado de plstico sustentvel, por ser produzido a partir de cana de acar, que uma matria prima renovvel. Durante o crescimento da cana de acar, o carbono do CO, em presena da luz solar, transformado em sacarose (fotossntese), com liberao de O2 para a atmosfera,purificando o meio ambiente. 2) Produo O caldo proveniente da moagem da cana submetido ao processo de fermentao, onde os microorganismos presentes produzem enzimas (substancias qumicas), que transformam as molculas de sacarose (C12H22O11) em etanol (C2H5O) com liberao de CO2. Reao qumica envolvida: C6H12O2 → 2 C2H5O + 2 CO2 Aps a fermentao, o liquido destilado, sendo obtido o lcool hidratado (etanol) e vinhaa, um resduo liquido contendo Nitrognio, Potssio e Clcio, o qual aproveitado no cultivo da cana para reduzir o uso de adubo qumico. O lcool hidratado (CH3-CH2OH) desidratado e transformado em etileno (CH2=CH2 ). Finalmente o etileno submetido reao de polimerizao para a obteno do polietileno verde (CH2=CH2 )n. O polietileno verde reciclvel, mas no biodegradvel; a sua grande vantagem ser produzido de fonte renovvel, com gerao de empregos sustentveis e de grande potencial de obteno no pais, ao contrrio daquele obtido do petrleo, o qual uma matria prima instvel, de preo oscilante e durao finita. A obteno de polietileno a partir de petrleo mais poluente, pois alm da gerao de CO2 no processo de produo, no h absoro deste gs, como ocorre no processo verde. Um grande problema a ser resolvido o aumento da produo de cana, com consequente elevao na produo de etanol, sem exigir aumento demasiado da rea plantada, evitando competio com a produo de alimentos. Para atingir este objetivo, esto sendo pesquisadas espcies geneticamente modificadas, de maior produtividade, com alto teor de sacarose (acar), mais resistentes as secas e as pragas. Estas novas espcies reduziro o consumo de pesticidas, evitando danos ambientais e permitiro o plantio em reas menos frteis, no ocupadas para o plantio de alimentos. Outra fonte para a produo de etanol a celulose ( C6.H10.O6). Como a molcula da celulose grande, necessrio a sua quebra para permitir a digesto dos microorganismos no processo de fermentao. Esto sendo realizadas pesquisas para inserir genes codificadores no DNA da cana, capazes de produzirem enzimas, que quebrem a molcula de celulose, facilitando assim o processo de fermentao. Esta nova tecnologia permitir o aproveitamento da celulose contida no bagao da cana, proporcionando o aumento da produo de etanol com a mesma rea de cultivo. Este aumento de produtividade, reduzir a exigncia de reas para aumento de produo. Ser tambm possvel utilizar outras fontes de celulose, tais como restos de rvores, cavacos, serragem, entre outros, na produo de etanol.. O entrave atual para o desenvolvimento desta tecnologia, reside no custo elevado de obteno das enzimas para a quebra das molculas de celulose. Os pesquisadores esto tentando encontrar microorganismos capazes de sintetizar enzimas de maior eficincia e menor custo. O Centro de Cincia e Biotecnologia do Bioetanol (CTBE), investimento de R$ 150 milhes do governo federal e com previso de funcionamento em 2012 em Campinas, desenvolver e concentrar as pesquisas na rea de bioetanol, recebendo tambm informaes de outros laboratrios de pesquisa. 3) Processos de produo 3.1) Petroqumica Braskem Est operando uma planta piloto no RS desde 2007; o etanol comprado na destilaria de alcool e transportado at a planta alcoolqumica, onde convertido em polietileno. Amostras do polietileno verde produzido esto sendo testadas no exterior, pois a empresa est trabalhando no desenvolvimento do mercado externo. O preo da resina verde obtida, cerca de 3 vezes maior do que a obtida do petrleo. Isto se explica pela grande produo da resina petrolfera, cerca de 5 milhes de ton. em 2009 e o aperfeioamento da tecnologia de produo ao longo dos anos. O aumento da produo e o aperfeioamento tecnolgico resultaro na queda do preo da resina verde . O polietileno da Braskem foi certificado pela Beta Analytic Inc-USA, tornando-se o 1 bioplstico certificado no mundo. Est previsto um investimento de U$ 5 milhes para instalao de uma unidade industrial no RS, com capacidade para produzir 200.000 ton/ano de resina verde a partir de etanol. Cada ton. de resina produzida dever reduzir 2,5 ton. de CO2 da atmosfera, sendo prevista a remoo de 500.000 ton/ano de CO2 da atmosfera, contribuindo desta forma para a reduo do efeito estufa. Parte da energia eltrica resultante da queima do bagao da cana ser consumida na rea industrial, tornando o plo alcoolquimico auto-suficiente. O excedente ser comercializado. 4.2) Dow Quimica Est desenvolvendo um projeto para a produo 350.000 ton/ano de resinas verdes (Dowlex), a partir de cana de acar. A destilaria de etanol e a planta alcoolqumica, ficaro situadas na mesma rea do canavial. O inicio de produo est previsto para 2011. A queima de bagao de cana fornecer energia eltrica para suprir as operaes industriais e haver um excedente para abastecer uma cidade de 500.000 habitantes, que sero comercializados para o sistema de gerao por recursos hdricos. Cada kg. de Dowlex produzido absorver 2,5kg de CO2, sendo prevista a remoo de 700.000 ton/ano de CO2 da atmosfera. Est prevista a gerao de 3.200 empregos sustentveis durante o ano, em condies dignas. O uso de coleta mecanizada nos 2 projetos evitar a emisso de CO2 e fuligem para o meio ambiente. As folhas da cana resultantes da colheita mecanizada protegero o solo evitando eroso e perdas de umidade. Fonte: Braskem, Dow, O Estado de S. Paulo Autor: Eng. Adilson S. Pires, diretor da Help Treinamento e Consultoria. contato@helptreinamentos.com.br Saiba mais sobre plstico verde e reciclagem de plsticos fazendo os cursos da Help Treinamentos. Clique aqui para obter maiores informaes.