Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: COMPOSTO ORGNICO
País: Brasil
Fonte: http://www.sucatas.com/compostoorganico.html
Data: 4/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.sucatas.com/compostoorganico.html
Curiosidade (texto):
Composto Urbano - O mercado para reciclagem Composto Urbano a denominao que se d para um processo de transformao de resduos slidos orgnicos no perigosos - restos vegetais e animais - em um adubo bom e barato. Os resduos urbanos, ou sejam, os restos de cozinha (vegetais e animais), de podas de jardim e de quintais, classificados como lixo domiciliar, do por decomposio efetuada por microorganismos encontrados nesses mesmos materiais orgnicos, dois novos e importantes componentes: sais minerais contendo nutrientes para as razes das plantas e hmus, material de colorao escura, melhorador e condicionador do solo. O composto um fertilizante bom, pelas suas excelentes qualidades, melhorando as propriedades fsicas, qumicas e bioqumicas do solo. barato por ser produzido a partir de matria-prima praticamente sem valor, descartada como lixo. Pelo fato de se produzir composto com resduos de baixo ou nenhum valor econmico, pode-se adubar as plantas com doses consideradas elevadas. Quanto reciclado? Aproximadamente 1.5% do lixo slido orgnico urbano gerado no Brasil reciclado ("compostado"). VALOR O composto tem em mdia 2,5% da soma dos nutrientes nitrognio, fsforo e potssio - NPK. Assim, aplicando-se dez toneladas por hectare, doze vezes maior que a recomendada para um fertilizante mineral, se estar levando para a planta, 250 kg de NPK, mesma quantidade de nutrientes essenciais encontrada no adubo qumico, cujo preo de R$350 a R$500 a tonelada. Conhecendo o material Para compostagem, transformao dos resduos slidos orgnicos em um fertilizante denominado composto, podem ser utilizados o lixo domiciliar e o de limpeza em logradouros pblicos. Qual o peso desses resduos no lixo? No Brasil, esses componentes orgnicos somam cerca de 65% do peso do lixo coletado. Nos Estados Unidos representa 21% , ndia 68% e Inglaterra 28%. As variaes so as seguintes: quanto mais desenvolvido o pas ou mais alta a classe social, menor a proporo de resduos orgnicos compostveis e, maior a de reciclveis (papel, papelo, vidro, metais e plsticos). Sua histria O uso de resduos orgnicos como adubo para as plantas se perde no tempo. J no ano 43 da era Crist, o filsofo Virglio relatava em seu livro As Gergicas, como restos de culturas e estercos animais amontoados se transformavam em material para ser aplicado nas terras de cultura e aumentar as colheitas. na China e na ndia, a compostagem uma prtica "agro-sanitria"milenar. E as limitaes ? Para a produo de um composto de lixo com aspecto atraente, convidativo, para o agricultor compr-lo e aplicar em suas lavouras, importante evitar a presena de partculas grosseiras, de cacos de vidro, de loua, pedaos de plstico, pedrinhas e outros contaminantes que podem ser removidos com uma boa catao e um peneiramento final do produto acabado. Fala-se que o lixo pode conter metais pesados, txicos para as plantas e para quem delas se alimentar. Os metais pesados so encontrados com frequncia em materiais coloridos presentes no lixo urbano, tais como revistas, etiquetas, borrachas, plsticos, tecidos, entre outros. Adotando-se o sistema de descarte seletivo domiciliar em lixo sco e lixo mido, neste ltimo recipiente esto includos os restos de cozinha, no ser detectada quantidade significativa de metais pesados. ESPECIFICAES DO COMPOSTO: A legislao brasileira determina que o fertilizante orgnico composto para ser comercializado deve apresentar as seguintes garantias: matria orgnica: mnimo de 40%; ndice pH: mnimo 6,0; teor de nitrognio: 1,0% e relao carbono/nitrognio: 18/1; no deve conter patognicos e metais pesados acima dos limites tolerveis. importante saber... REDUO NA FONTE DE GERAO Existem vrias maneiras de se promover a reduo do desperdcio, com a diminuio da gerao de resduos orgnicos, seja em restaurantes, indstrias ou mesmo domiclios. Em todos os casos vale a criatividade e o esforo em educar. ATERRO No aterro, o caldo, tambm conhecido por chorume, que resulta do processo de degradao natural do lixo, se no for corretamente tratado, ir contaminar o lenol fretico e os cursos dgua das proximidades. INCINERAO No indicada a incinerao de resduos orgnicos domiciliares, uma vez que estes possuem baixssimo poder calorfico, com altas concentraes de gua. O ciclo da reciclagem VOLTANDO S ORIGENS Atravs da formao de pilhas/leiras, o composto produzido a partir da degradao biolgica da matria orgnica em presena de oxignio do ar. Os produtos gerados no processo de decomposio so: composto, gs carbnico, calor e gua. A transformao da matria orgnica em gs carbnico e vapor de gua reduz o peso e o volume da pilha de material que est sendo compostado. Preparar o composto de forma correta significa proporcionar aos microorganismos responsveis pela degradao, condies favorveis de desenvolvimento e reproduo, ou seja, a pilha de composto deve possuir resduos orgnicos, umidade e oxignio em propores adequadas. Saiba mais sobre compostagem. fonte: www.ambientebrasil.com.br Compostagem caseira Para fazer uma composteira aproveitando os detritos da cozinha, pode-se utilizar um balde com tampa para juntar restos de comida, cascas de frutas e de legumes, p de caf e demais resduos orgnicos produzidos na cozinha Segundo o tcnico agrcola e consultor da Faculdade Cantareira, Marcos Victorino, para fazer uma composteira visando ao aproveitando os detritos da cozinha, pode-se utilizar um balde com tampa para juntar restos de comida, cascas de frutas e de legumes, p de caf e demais resduos orgnicos produzidos na cozinha, tomando cuidado para no deixar acumular por mais de uma semana, pois poder provocar mau cheiro. Se houver papel disponvel, intercale no balde com os detritos da cozinha, pois ele ser til, absorvendo o excesso de umidade, ensina. No se deve utilizar o lixo do banheiro, avisa. Para montar a composteira, s intercalar camadas de folhas ou capim com uma camada de detritos de cozinha armazenados no balde. Segundo Victorino, deve-se colocar um pouco de cal em cima dos restos de comida para evitar a proliferao de ratos. Crie camadas superpostas, at que o monte atinja uma altura mxima de 1 metro, observa, e, se houver disponibilidade de esterco de animais, forme camadas adicionais com ele, o que ir melhorar muito a qualidade do produto final. Sobras de leite e o sangue retirado da limpeza das carnes tambm podem ser aproveitados, diludos com mais gua e regando a composteira. O objetivo favorecer a atividade microbiana, acelerando o processo, diz. Depois de montado o composto, deixe-o descansar, revirando-o uma vez por ms at completar 90 dias, cuidando de repor a umidade sempre que necessrio. fonte: Inews - www.inews.inf.br