Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Pastas de dente recicladas viram cadeiras
País: Brasil
Fonte: Setor Reciclagem
Data: 8/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=1352&mode=thread&order=0&thold=0
Curiosidade (texto):
No lugar de madeira, tubos de pasta de dente reciclados. Escolas do Grande Recife adotaram mveis feitos com placas de plstico, usados para fabricar embalagens de creme dental. No lugar de madeira, tubos de pasta de dente reciclados. Assim so as cadeiras da Escola Conviver, na Linha do Tiro, Zona Norte do Recife, e de outras 13 da Regio Metropolitana que passaram a utilizar o material como uma forma de contribuir para a conservao do meio ambiente. tambm mais fcil de limpar, destaca a diretora, Jacineide Carlos. A ideia de utilizar as placas de plstico, no lugar de blocos de compensado ou de MDF, do microempresrio Sebastio Rufino Barbosa. Alm do apelo ambiental e de ser impermevel, o plstico reciclado dura mais, garante. O material fabricado na nica indstria de reciclagem de tubos de pasta de dente de Pernambuco, a Alluse, na Vila Popular, em Olinda. A empresa produz as placas, utilizadas na indstria de mveis, na construo civil e ainda na produo de telhas. A produo de placas e telhas meio a meio, diz o presidente da Alluse, Helder Bernardes Arajo. A empresa processa por ms cerca de 300 toneladas de plstico, a maioria sobra da indstria, antes destinada a aterros. As placas so utilizadas em mveis e na construo civil, como tapumes ou no bandejamento, aquela proteo que se v em volta dos prdios em obra, para evitar a queda de material. J as telhas substituem as de fibrocimento, cujo fabricante mais conhecido a Brasilit. Com uma vantagem: segundo Helder, refletem 60% mais o calor. So inquebrveis, impermeveis, mais leves, no acumulam sujeira e fungos e, claro, tm o apelo ecolgico, enumera as vantagens. O microempresrio explica que o isolamento trmico garantido pelo alumnio presente na composio dos tubos de creme dental. Um tubo tem 75% de plstico e 25% de alumnio, detalha. Helder diz ter realizado testes de resistncia do novo material, que produz desde 2006, no Instituto de Pesquisas Tecnolgicas (IPT), do governo de So Paulo. Ele garante que as placas e telhas recicladas, embora de plstico, no propagam fogo. Para isso, na fabricao o produto recebe um aditivo. O nome da substncia no revelado. Faz parte do segredo industrial da Alluse, que requereu a patente das telhas e placas de plstico no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, do governo Federal. As placas possuem espessura que varia de 4 a 20 milmetros e um colorido caracterstico. Pontos verdes, azuis e at pretos das embalagens, mas os vermelhos so os que mais se destacam. Uma embalagem de pasta de dente, com quatro gramas, composta por trs camadas. A externa de plstico, a do meio de alumnio e a interior uma pelcula transparente, tambm de polmero. Por isso, o processo de fabricao costuma envolver trs tipos de indstria. Na de laminados se junta as trs camadas, na de impresso se rotula e na de cosmticos se envasa, descreve Hlder. fonte: JC Online