• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Volume de lixo espacial chegou a "ponto extremo", diz estudo
País: Brasil
Fonte: http://www.tecmundo.com.br/ciencia/13023-volume-de-lixo-espacial-chegou-a-ponto-extremo-diz-estudo.htm
Data: 10/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.tecmundo.com.br/ciencia/13023-volume-de-lixo-espacial-chegou-a-ponto-extremo-diz-estudo.htm
Curiosidade (texto):
Reuters. Por Irene Klotz - O volume de entulho orbitando a Terra chegou a um "ponto extremo" para colises, o que gera mais detritos e pe em risco astronautas e satlites, segundo estudo de uma instituio norte-americana de pesquisas divulgado nesta quinta-feira. A NASA precisa de um novo plano estratgico para mitigar os riscos impostos por carcaas de foguetes usados, satlites descartados e milhares de outros pedaos de lixo espacial voando ao redor do planeta velocidade de 28,164 quilmetros por hora, afirmou o Conselho de Pesquisa Nacional dos EUA no estudo uma organizao privada e sem fins lucrativos que fornece consultoria cientfica. Os detritos em rbita representam uma ameaa para os cerca de mil satlites comerciais, militares e civis na rbita do planeta parte de uma indstria global que gerou 168 bilhes de dlares em receita no ano passado, de acordo com dados da Associao da Indstria de Satlites. O primeiro choque espacial ocorreu em 2009, quando um satlite de telecomunicaes da Iridium e um satlite russo no-operacional colidiram 789 quilmetros acima da Sibria, gerando milhares de novos detritos em rbita. A coliso aconteceu aps a destruio, em 2007, por parte da China, de um de seus satlites climticos fora de uso, como parte de um teste amplamente criticado de msseis antissatlite. O volume de detritos em rbita monitorados pela Rede de Vigilncia Espacial saltou de 9.949 objetos catalogados em dezembro de 2006 para 16.094 em julho de 2011. Quase 20% dos objetos so provenientes da destruio do satlite chins Fengyun 1-C, afirmou o Conselho de Pesquisa Nacional. Alguns modelos computacionais mostram que a quantidade de lixo em rbita "chegou a um nvel extremo, com detritos suficientes para causar colises contnuas e criar ainda mais destroos, o que aumenta o risco de falha de viagens espaciais", disse o Conselho em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, como parte de seu relatrio de 182 pginas. Alm de mais de 30 descobertas, o painel fez recomendaes para a NASA sobre como mitigar e aprimorar a situao do lixo espacial, o que incluiria a colaborao com o Departamento de Estado para desenvolver o sistema regulatrio sobre a remoo de lixo espacial. Atualmente, por exemplo, acordos internacionais probem pases de remover ou coletar objetos espaciais de outros pases. Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ciencia/13023-volume-de-lixo-espacial-chegou-a-ponto-extremo-diz-estudo.htm#ixzz1Ze09QnSa