Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:







Curiosidades


Assunto: O Amianto no Brasil e no Mundo
País: Brasil
Fonte: Ambiente Brasil
Data: 6/2012
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://ambientes.ambientebrasil.com.br/residuos/amianto/o_amianto_no_brasil_e_no_mundo.html
Curiosidade (texto):
O Amianto no Brasil O Brasil est entre os cinco maiores produtores, consumidores e exportadores de amianto do mundo, havendo por isto um grande interesse cientfico a nvel mundial sobre nossa situao. A maior mina de amianto em atividade em toda Amrica Latina situa-se no municpio de Minau, no Estado de Gois. Em 2008, a produo nacional de amianto crisotila foi de 290.000 toneladas de Amianto Crisotila e a mdia de aumento neste setor gira em torno de 5% ao ano. Mais de 99% do seu uso na indstria de cimento-amianto ou fibrocimento (telhas, caixas d‘gua etc.), menos de 1% em materiais de frico (autopeas), cujo uso est em declnio - setor que investiu nos produtos de substituio por exigncia do mercado internacional e das multinacionais montadoras para veculos novos e em pequenssimas quantidades em outras atividades, sendo nas indstrias txteis e nas qumicas/plsticas. O Amianto no Mundo Alm do Brasil, h outros pases produtores de Amianto como, por exemplo, Canad, Rssia, Zimbbue, Cazaquisto e ndia, entre outros e, somados produzem aproximadamente 2.100.000 toneladas/ano do minrio, segue Ranking: Pases Produtores Toneladas Exploradas /Ano Rssia 920.000 China 360.000 Brasil 290.000 Kazakhstan 210.000 Canad 200.000 Zimbabwe 130.000 Outros 15.000 Total 2.125.000 Nos Estados Unidos, assim como tambm ocorre em outras naes industrializadas da Unio Europia, o amianto crisotila ainda amplamente utilizado como componente de filtros para eletrlise no processo produtivo das indstrias de cloro-soda. Alm disso, nos Estados Unidos, o amianto tambm usado nas indstrias blica e aeroespacial de maneira estratgica pelo governo. Sem dvida, se houver o banimento completo do amianto, implicaes econmicas ocorrero, at porque esta matria prima de ampla aplicao com inmeras aplicaes na vida moderna. A indstria poder encontrar alternativas para sua substituio e muitas destas substncias j se encontram em uso em outros pases, porm, importante ressaltar que pesquisas mdicas indicam que os possveis malefcios do amianto sobre a sade so comuns maioria das demais fibras. Ou seja, em dimenses e doses suficientes, as fibras alternativas podem ter efeitos nocivos semelhantes no tecido pulmonar. Por isso, estudos so necessrios para que os efeitos dos produtos substitutos sejam conhecidos. Considerando esses aspectos, a Organizao Mundial de Sade publicou, em conjunto com a OIT - Organizao Internacional do Trabalho e a ONU - Organizao das Naes Unidas, o Critrio de Sade Ambiental 151, no qual recomenda: "Todas as fibras respirveis biopersistentes devem ser testadas quanto toxidade e carcinognese. Exposies a essas fibras devem ser controladas da mesma maneira que para o amianto". Ou seja, produtos substitutos podem ter riscos semelhantes ou maiores do que os do amianto. (www.pubmedcentral.nih.gov/articlerender.fcgi?artid=1128134) ABREA - ASSOCIAO BRASILEIRA DOS EXPOSTOS AO AMIANTO. Amianto ou Asbesto. Disponvel em: . Acesso em: 02 de Maro. 2009.