• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:







Curiosidades


Assunto: Reciclagem de lixo eletrnico na USP aproveita at ltimo parafuso de PCs antigos
País: Brasil
Fonte: UOL Tecnologia
Data: 9/2012
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2010/02/22/reciclagem-de-lixo-eletronico-na-usp-aproveita-ate-ultimo-parafuso-de-pcs-antigos.jhtm
Curiosidade (texto):
Se voc est familiarizado com o conceito de reciclagem, j sabe que a coleta seletiva do lixo deve ser feita em latas com cores diferentes: verde (vidro), amarelo (metal), vermelho (plstico) e azul (papel). Apenas quatro divises, no entanto, esto longe muito longe -- de atender s necessidades da reciclagem de eletrnicos. Foi isso o que descobriram profissionais da Universidade de So Paulo (USP), aps iniciar em dezembro de 2009 um projeto de coleta de lixo tecnolgico. A iniciativa, ainda restrita USP, est prevista para ser aberta ao pblico em 1 de abril. No chamado Cedir (Centro de Descarte e Reuso de Resduos de Informtica), que conta com cinco funcionrios e teve investimento inicial de R$ 250 mil, trs tcnicos trabalham para desmontar toneladas de equipamentos. Essas peas -- que vo desde cobiadas placas com fios de ouro at parafusos -- sero utilizadas em computadores remanufaturados ou vendidas para empresas de reciclagem de materiais especficos. Para isso, importante fazer uma triagem daquilo que ainda funciona, alm de separar os diferentes tipos de cabos, plsticos e metais, entre outros elementos que compem um computador. As placas, por exemplo, tm diferentes quantidades de metais (alguns deles preciosos), o que torna seu valor de mercado varivel. J os cabos podem conter cobre, zinco, alumnio e at vidro, dependendo da funo para a qual foram fabricados. No meio desse lixo, o tcnico de manuteno eletrnica Andr Rangel Souza monta computadores com peas usadas. difcil conseguir uma memria RAM de 1 GB funcionando. Mas posso chegar a essa mesma capacidade juntando quatro pentes de 256 MB, exemplifica. Seu trabalho exige pacincia. Esse disco rgido est bom, mas falta a placa. At encontr-la, o HD vai ficar parado aqui, neste pilha, explicou ao UOL Tecnologia. Uma hora a gente encontra a placa certa." s PCs remanufaturados, que sero emprestados a ONGs at voltarem ao Cedir para o descarte, tm gravador de DVD, placa de rede, de vdeo, 120 GB de capacidade de armazenamento, 512 MB de RAM, monitor, teclado e mouse. Dez mquinas dessas j foram montadas no local e esto prontas para serem usadas em iniciativas como as de incluso digital. Aqueles que quiserem levar seus eletrnicos usados para o centro, a partir de 1 de abril, devem antes agendar a visita pelos telefones (11) 3091-6455 ou (11) 3091-6454 os funcionrios j respondem s dvidas dos interessados pelo e-mail cedir.cce@usp.br. A coleta refere-se apenas ao lixo eletrnico de pessoas fsicas; no sero aceitos equipamentos de empresas. 5 toneladas, R$ 1.200 A ideia da criao do centro de descarte surgiu depois que funcionrios do Centro de Computao Eletrnica (CCE) da USP fizeram a coleta do lixo eletrnico existente dentro do prprio CCE, em meados de 2008. Na ocasio, os cerca de 200 funcionrios do centro tambm levaram equipamentos de suas casas, e o resultado foram 5 toneladas de produtos descartados. Quando ofereceram esse lixo para empresas de reciclagem, eles se assustaram ao descobrir a quantia paga por todo o montante: apenas R$ 1.200. Percebemos que havia algo errado nesse mercado e, em janeiro de 2009, cinco pesquisadores do MIT [Massachusetts Institute of Technology] vieram ao Brasil para nos ajudar a identificar o problema, contou ao UOL Tecnologia Tereza Cristina Carvalho, diretora do CCE. A questo que as empresas de reciclagem trabalham com um nico tipo de material. Se o foco dessa organizao for metais preciosos, por exemplo, ela no vai se interessar em pagar por todo o plstico dos computadores descartados, explicou. Foi ento que se pensou em montar um centro que separasse os componentes, para que eles fossem reutilizados e vendidos de forma independente. Tereza afirma que um computador desmontado pode valer de R$ 24 a R$ 40 (contra R$ 1,2 mil de 5 toneladas de equipamentos que no estavam adequadamente separados). Completo, cada PC pesa cerca de 10 kg. Quando o centro for aberto ao pblico, a estimativa receber de 500 a 600 mquinas por ms, e o dinheiro arrecadado com a venda ser usado para a manuteno do prprio Cedir. Tamanho do problema A organizao no governamental Greenpeace estima de 20 a 50 milhes de toneladas de lixo eletrnico so geradas no mundo a cada ano. Ainda de acordo com a ONG, o chamado e-lixo (e-waste, em ingls) responde hoje por 5% de todo o lixo slido do mundo, quantia similar das embalagens plsticas. Com a diferena de que, quando descartados de maneira inadequada, os eletrnicos podem ser mais nocivos. Esses equipamentos contm centenas de diferentes materiais um celular, exemplifica o Greenpeace, tem de 500 a 1 mil componentes diferentes. Na composio de muitos deles h metais pesados, como mercrio, cdmio e chumbo, que podem poluir o ambiente e prejudicar a sade das pessoas. Para ficar longe do problema, muitos pases ricos exportam seu lixo eletrnico para naes pobres.