• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: CE: Usina transforma entulho em material de construo
País: Brasil
Fonte: reciclaveis.com.br
Data: 9/2012
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.reciclaveis.com.br/noticias/012/0120906usina.htm
Curiosidade (texto):
Em 1977, o empresrio Marcos Kaiser levou para o Sindicato da Construo Civil do Cear (Sinduscon-CE) uma ideia que soou como utpica e sem chances de ser concretizada. Ele propunha o uso de todo o entulho das construes demolidas para a fabricao, aps processo de reciclagem, de novos imveis. Os mais cticos chegaram a dizer que "o cara era um luntico, um louco". Passados 15 anos, o "devaneio" se transformou num rentvel negcio e, o que mais importante para a sociedade, trazendo ganhos para a natureza, que poupada para obteno de matria-prima a ser usada no processo produtivo de novos materiais de construo. Pioneira na regio do Nordeste, a Usina de Reciclagem de Fortaleza (Usifort) vem expandindo suas atividades e atualmente capaz de processar 200 toneladas de resduos por hora. Sem impacto "Hoje, a Poltica Nacional de Resduos Slidos torna obrigatrio o aproveitamento de tudo aquilo que pode ser reutilizado. Ela, portanto, tornou o reso e a reciclagem obrigatrios. Em relao aos entulhos, os ganhos so expressivos pois, alm de evitarmos novas intervenes danosas na natureza, evitamos, por exemplo, o impacto de mais caminhes rodando, gastando combustvel e produzindo monxido de carbono", explica. A Usifort, localizada no quilmetro seis da BR-116, tem estocado 300 mil metros cbicos de resduos resultantes de demolies. O montante suficiente para a construo de 50 mil casas, segundo Marcos Kaiser. Com o que um dia foi tratado como entulho ou lixo, a usina fabrica uma linha de produtos ecolgicos que inclui a brita, concreto, brita corrida, meio-fio, manilhas, boca-de-lobo, estacas, tampa para bueiros, p de pedra e multimistura. Tijolo ecolgico Alm desses itens, um dos carros-chefe da empresa o tijolo ecolgico. Ele feito do chamado resduo classe "A" reciclado e misturado ao cimento. prensado e curado, no mnimo, por um perodo de sete dias. O processo no utiliza a queima de lenha. Marcos assegura que "ele pode ser utilizado em qualquer tipo de edificao, principalmente onde se busca rapidez, o menor custo e a beleza no acabamento". A prtica de recolher o entulho para reciclar na usina est dando lugar ao trabalho in loco. Graas aquisio de um equipamento chamado pulverizador, capaz de fazer a separao do resduo - concreto e ferro - na prpria obra demolida e, atravs da unidade mvel de britagem, construir os tijolos. "A prensa hidrulica de blocos ecolgicos nos permite no retirar um s gro de areia da natureza e no queimar nenhuma rvore, evitando soltar monxido de carbono na natureza", destaca o empresrio Marcos Kaiser. Uma mquina chamada britadora/impactadora facilita o trabalho. Ela recebe o entulho, realiza a separao magntica do ferro e produz o agregado reciclado que vai ser usado para a confeco dos produtos. O plstico e a madeira que so separados no processo de reciclagem so encaminhados s cooperativas que trabalham com esses resduos. Gesso Outro material que est sendo aproveitado em parte o gesso. Sua destinao o campo. "Pode ser utilizado como corretivo do solo. Exceto se tiver sido pintado. Nesse caso, por enquanto, no tem jeito, j que a tinta pode contaminar o solo por ocasio do perodo chuvoso". Para se ter uma ideia da preciso com que tudo devidamente segregado, possvel encontrar na usina grande quantidade de paraleleppedos retirados das ruas antigas de Fortaleza, como a Baro do Rio Branco, por exemplo. Alguns deles, a julgar pelo tamanho - um pouco maior do que os convencionais -, so da poca do Imprio. Ocupando uma rea de 30 mil metros quadrados, a usina negocia com a Prefeitura um espao maior, de 50 mil metros quadrados. "O nosso objetivo manter todo o resduo produzido aqui mesmo na Cidade. Transferi-lo para outro local, alm do impacto com o transporte indevido causa perda de arrecadao, pois os impostos pagos iriam para outra prefeitura", frisa Kaiser. Apartamentos No local onde funciona hoje a Usifort, existe projeto para a construo de 580 apartamentos totalmente ecolgicos. "Alm do material usado na edificao dos imveis, seu funcionamento ser dos mais sustentveis. A ideia reaproveitar todo tipo de resduo que for gerado, inclusive os orgnicos, que alimentaro um biodigestor que vai gerar o gs para consumo dos prprios moradores, alm do reso da gua, somente para citar dois exemplos". Presidirios Outra prtica da usina que est sendo renovada o uso da mo de obra de ex-presidirios. "Estamos em negociao com o Conselho Nacional de Justia para firmarmos um convnio para ressocializao daquelas pessoas condenadas a cumprir penas alternativas. Essa uma tradio nossa. Por aqui j passaram cerca de 50 ex-presidirios. A nossa ideia colocar para trabalhar mais de mil deles na construo civil", revela. A empresa planeja a expanso dos negcios. Est prestes a abrir uma outra sede na Regio Metropolitana de Fortaleza (RMF), mais precisamente, no municpio de Caucaia. Uma rea de aproximadamente 30 mil metros quadrados est sendo negociada com a Prefeitura local, s margens da BR-020, no quilmetro dois. Dentre as principais obras realizadas em Fortaleza nos ltimos anos com a participao da Usifort, podemos citar o recm inaugurado Centro de Feiras e Eventos, a Central de Pequenos Negcios (novo Beco da Poeira) e a Avenida Maestro Lisboa. Estoque 300 mil metros cbicos de resduos slidos (entulhos) esto estocados na Usifort, o suficiente para bancar a construo de nada menos que 50 mil moradias. Fonte: Fernando Maia (Dirio do Nordeste)