• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Brasil aumenta em 6,8% gerao do lixo, mas coleta seletiva cresce s 1,6%
País: Brasil
Fonte: http://www.nova.art.br/sil/principal/Noticias.asp?codNoticia=226
Data: 1/2013
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www.nova.art.br/sil/principal/Noticias.asp?codNoticia=226
Curiosidade (texto):
Pas produziu 195 mil toneladas de resduos slidos por dia em 2010 A gerao de lixo est em crescimento no Brasil, mas tanto a correta destinao desses resduos quanto os programas de coleta seletiva no avanam na mesma proporo. Em 2010, o Pas produziu 195 mil toneladas de resduos slidos por dia, um aumento de 6,8% em relao a 2009, quando foram geradas 182.728 toneladas. Ao longo de 2010, o montante chegou a 60,8 milhes de toneladas de lixo. Dessas, 6,5 milhes de toneladas no foram coletadas e acabaram em rios, crregos e terrenos baldios. Do total de resduos produzidos, 42,4%, ou 22,9 milhes de toneladas/ano, no receberam destinao adequada: foram para lixes ou aterros controlados (que no tm tratamento de gases e chorume). Os programas de coleta seletiva tambm no avanaram na mesma medida: dos 5.565 municpios brasileiros, 3.205 possuem alguma iniciativa de coleta seletiva. Em 2009, eram 3.152 - uma alta de apenas 1,6%, aqum do crescimento da gerao de resduos. Os dados fazem parte do Panorama dos Resduos Slidos no Brasil 2010, levantamento anual realizado pela Associao Brasileira das Empresas de Limpeza Pblica e Resduos Especiais (Abrelpe), entidade que rene as empresas de coleta e destinao de resduos. O estudo ser divulgado hoje, em So Paulo, e tem como base informaes prestadas por prefeituras de 350 municpios. Os dados mostram que o Pas est em uma trajetria ascendente na gerao de resduos, o que j havia sido verificado nos anos anteriores. No entanto, a destinao adequada no avana no mesmo ritmo", afirma Carlos Roberto Vieira da Silva Filho, diretor executivo da Abrelpe. Segundo ele, esse crescimento um efeito colateral do bom momento econmico e da melhoria do poder aquisitivo dos brasileiros, que passaram a consumir mais produtos e mais embalagens. "O fato de existirem 6,5 milhes de toneladas por ano de resduos que sequer so coletados mostra que preciso reforar as polticas de gesto do lixo no Brasil", ressalta. O estudo acrescenta que o padro de gerao de lixo no Pas j equivale mdia dos pases europeus - tendncia que havia sido verificada no estudo anterior, de 2009. O brasileiro, em mdia, produz 1,213 kg de resduos por dia. Na Regio Sudeste, o montante chega a 1,298 kg por habitante/dia. O europeu produz, em mdia, 1,2 kg por dia, e o americano, 2,8 kg. Lixes. Embora 61% dos municpios brasileiros ainda destinem os resduos de forma inadequada, os lixes tm data marcada para serem eliminados. A Poltica Nacional de Resduos Slidos (PNRS), regulamentada em dezembro de 2010, prev a extino dos lixes at 2014. Para Silvano Silvrio Costa, secretrio de Recursos Hdricos e Ambiente Urbano do Ministrio do Meio Ambiente, o prazo para adequao dos municpios factvel. "O Brasil precisa trabalhar para cumprir a lei. Se depender do governo federal, a PNRS ser feita no prazo estipulado", diz. Ainda segundo a Abrelpe, So Paulo o Estado que mais avanou na gesto do lixo: o que destina menos resduos para lixes - 8,7%, ou 4.776 toneladas/dia. Desde 1997, o governo estadual vem implementando aes para interditar lixes e regularizar aterros, explica Maria Heloisa de Assumpo, engenheira da Cetesb, a agncia ambiental paulista. "Em 1997, 77,8% dos municpios paulistas dispunham o lixo de forma inadequada. Hoje, so apenas 3,7%", diz.