• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: AMBIENTE NA EUROPA MELHOROU NOS LTIMOS 5 ANOS
País: Brasil
Fonte: Portal do Ambiente e do Cidado
Data: 6/2015
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://ambiente.maiadigital.pt/ambiente-na-europa-melhorou-nos-ultimos-5-anos
Curiosidade (texto):
Um relatrio divulgado pela Comisso Europeia no incio de maro mostra que, nos ltimos cinco anos, a poltica ambiental coordenada da UE trouxe aos cidados benefcios substanciais. Os europeus respiram ar menos poludo, consomem gua mais limpa, enviam menos lixo para os aterros sanitrios e reciclam mais, e as polticas ambientais geram emprego e crescimento Ambiente na Europa melhorou nos ltimos 5 anos No entanto, o relatrio alerta para a impossibilidade de se realizar o objetivo a longo prazo da Europa de Viver bem, dentro dos limites do nosso planeta, consagrado no programa geral de ao da Unio em matria de ambiente (7. PAE), se no se elevar o nvel de ambio que caracteriza atualmente a poltica ambiental e as polticas conexas. O relatrio O ambiente na Europa Situao e perspetivas em 2015 (SOER 2015), preparado pela Agncia Europeia do Ambiente, faz uma avaliao integrada do estado do meio ambiente na Europa, com base em dados globais, regionais e nacionais e em comparaes entre pases. Faz tambm uma anlise no horizonte do prximo quinqunio e anos subsequentes, e lana um alerta para os riscos de degradao do meio ambiente, que ter incidncias no bem-estar e na prosperidade. O relatrio advoga uma poltica ambiental mais integrada, apelo a que a Comisso dar resposta com uma srie de iniciativas em 2015, designadamente um pacote mais amplo de medidas em prol da economia circular, a reviso da estratgia de biodiversidade da UE, um plano de ao para a governao dos oceanos e um pacote alterado de medidas no domnio da qualidade do ar. O relatrio destaca, por exemplo, a necessidade de ir alm de perceber se a produo est a crescer mais rapidamente do que o uso de recursos. Ao invs, necessrio perceber se a produo aumenta enquanto o uso de recursos diminui. O relatrio mostra que proteger o ambiente um investimento econmico seguro. Entre 2000 e 2011, as indstrias verdes cresceram mais de 50 % na UE. O relatrio indica tambm que a gesto dos resduos est a melhorar, mas com demasiado lixo enterrado em aterros sanitrios e todo um potencial de reciclagem e aproveitamento energtico por explorar, falta ainda muito para a economia europeia se tornar circular. A Comisso procurar equilibrar a balana lanando em 2015 um pacote ambicioso de medidas em prol da economia circular, com o objetivo de transformar a Europa numa economia mais competitiva e eficiente na utilizao de recursos, olhando para outros setores econmicos alm do dos resduos. Para se poder extrair dos recursos todo o seu valor, necessrio considerar todas as fases do ciclo de vida, da extrao das matrias-primas conceo, fabrico, distribuio e consumo dos produtos, terminando na reparao e reutilizao, na gesto dos resduos e na utilizao crescente das matrias-primas secundrias. No que biodiversidade diz respeito, a Europa no est a conseguir travar a sua perda, visto que oshabitats da fauna e da flora continuam a desaparecer. A biodiversidade marinha est particularmente ameaada. No decurso de 2015 (ano dedicado ao Capital Natural), a Comisso publicar, em complemento das concluses do relatrio, uma anlise detalhada do estado da natureza. Esta anlise alimentar a reviso intercalar da Estratgia de biodiversidade da UE e a avaliao em curso da legislao europeia de proteo da natureza com vista a melhorar a sua eficcia e a reduzir a carga administrativa inerente. No que toca ao climtica, as polticas seguidas no domnio do clima esto a produzir resultados, registando-se desde 1990 uma reduo de 19 % nas emisses de gases com efeito de estufa, a par de um crescimento de 45 % da economia na UE. O relatrio indica que o ar que hoje respiramos muito menos poludo que nas ltimas dcadas. As emisses de alguns poluentes atmosfricos, como o dixido de enxofre (SO2) e os xidos de azoto (NOx), reduziram-se consideravelmente, sobretudo em resultado da legislao da UE em matria de qualidade do ar. Apesar desta evoluo positiva, a m qualidade do ar continua a ser a primeira causa ambiental de morte prematura na Unio Europeia. A UE vai avanar com um pacote alterado de medidas no domnio da qualidade do ar, a fim de assegurar a melhor abordagem para se obterem resultados neste domnio. Crditos imagem: Keerati/freedigitalphotos