Textos e Trabalhos Ténicos

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:







Encontrado(s) 44 Trabalho(s) Técnico(s) no assunto CHORUME - TRATAMENTO

Clique para acessar Desempenho de um reator UASB em escala piloto para o tratamento de chorume de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: The present work had the objective to start-up a 9.5 L UASB reactor to treat leachate from a 700 L anaerobic semi-solid phase reactor (RSO) treating municipal organic solid wastes. The UASB reactor was inoculated with an anaerobic granular sludge coming from a brewery company. The leachate used in the first stage of the process (stage of acclimatization of the microorganisms) was collected in a sanitary landfill. In the second stage of the process the UASB was fed with the RSO leachate and all UASB effluent was recycled to the RSO reactor. The leachate COD fed in the UASB reactor varied from 2.800 to 38,670 mg O2/L and it was operated in temperature range of 25 to 27C. The UASB reactor operation was relatively stable achieving COD removal above 75% and loading rates reaching 12.60 kg COD/m3.d, at HRT of 2.11 days. These results has shown the aplicability of the UASB reactor to treat such residue with good performance. Palavras chave: UASB, Leachate, Municipal Solid Wastes

Clique para acessarA influncia da remoo prvia de amnia no tratamento biolgico do chorume ozonizado

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarAtenuao natural de contaminantes do chorume de aterros sanitrios em solos arenosos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A investigao dos processos envolvidos no escoamento do chorume de aterros sanitrios e lixes em solos arenosos, assim como as alteraes de sua qualidade ao longo das primeiras camadas do subsolo sob condies naturais ou no de permeabilidade, so de grande relevncia. Os solos arenosos so representativos das condies mais crticas do processo de atenuao e transporte de contaminantes, que podem ocorrer em meio poroso no saturado. Tal investigao pode ser efetuada em laboratrio, atravs da recompactao de solo arenoso existente nas reas de aterros e lixes, pois seu aproveitamento representa uma forma pouco custosa de conteno para os sistemas de disposio final de resduos. A recompactao resulta na reduo da permeabilidade garantindo um confinamento maior do chorume, mas em geral no atinge os valores exigidos pelos rgos ambientais. Neste contexto, procurou-se estudar a influncia dos mecanismos envolvidos, que permitissem avaliar e quantificar eventuais impactos, considerando-se: - Bases recompactadas com diversas energias de compactao; e - Variao da qualidade do chorume durante o escoamento em solo arenoso no saturado. Os resultados iniciais desta pesquisa indicam que os efeitos de atenuao da contaminao pelo chorume so significativos, principalmente em relao qualidade do chorume, mesmo para baixa compactao do solo. Ainda, a reduo da permeabilidade do meio com base na recompactao do solo a 95% do Proctor Normal foi suficiente para conter, at o momento, a migrao do chorume sob condies de baixa carga hidrulica.

Clique para acessarAvaliao da capacidade das estaes de tratamento de esgotos do sistema integrado da regio metropolitana de So Paulo - RMSP para o recebimento do chorume produzido nos aterros sanitrios da regio

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarAvaliao das fases de estabilio de resduos slidos urbanos no processo de digesto anaerbia com recirculao de chorume cru e chorume inoculado

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarAvaliao do tratamento de chorume do aterro sanitrio de lajeado, utilizando sistema fsico-qumico e osmose reversa

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Este estudo avaliou a eficincia do tratamento deste efluente, o qual foi implementado no Aterro Sanitrio Municipal de Lajeado em Setembro de 2017, utilizando processos fsico-qumicos complexos e uso de membrana de osmose reversa como ps-tratamento. Este projeto objetiva a explanar a melhora da eficincia do processo de tratamento do chorume do referido aterro, cuja operao atual atende a legislao no que se refere aos parmetros exigidos para descarte dos efluentes gerados.

Clique para acessarCaracterizao do Chorume do aterro sanitrio de Bauru

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A poluio advinda da disposio de resduos slidos urbanos em aterros crescente e uma das contribuies mais importantes devida aos lquidos percolados. Dessa forma, o tratamento desses percolados assume grande importncia ambiental. Pesquisas recentes tem mostrado vrios meios de tratamento para lquidos percolados de aterros sanitrios. Para o tratamento adequado, fundamental que se conhea qualitativamente e quantitativamente as caractersticas desses lquidos que apresentam grande variabilidade em sua composio e quantidade gerada, elevada demanda de oxignio (DQO), compostos orgnicos e substncias txicas. A quantidade de resduo cresce significativamente a cada ano com o desenvolvimento das atividades humanas. Esses resduos podem ser dispostos de diversas formas que nem sempre so sanitariamente adequadas. Os aterros controlados, constituem o sistema mais freqentemente empregado em nvel mundial para destinar os resduos slidos urbanos devido sua simplicidade operacional e relativo baixo custo. O biogs e o chorume so produtos indesejveis formados num aterro sanitrio e se no houver tratamento adequado, ocorrero problemas como a contaminao do ar pelo biogs e dos aqferos subterrneos pelo lquido percolado que infiltra no solo. Objetivando o atendimento dos padres de emisso de efluentes e de qualidade de corpo dgua, o tratamento do lixiviado , portanto, essencial para minimizar o impacto no meio ambiente que um aterro sanitrio pode produzir. Na primeira fase do trabalho foi analisada mensalmente a composio qumica do chorume coletado para sua caracterizao no aterro sanitrio de Bauru. A partir dos resultados obtidos ser proposto um sistema de tratamento por evaporao utilizando como fonte de energia o biogs produzido no prprio aterro sanitrio.

Clique para acessarCARACTERIZAO FSICO-QUMICA DO EFLUENTE LQUIDO DE UM ATERRO SANITRIO E PROPOSIO DE SISTEMA DE TRATAMENTO AVANADO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Os Processos Oxidativos Avanados (POAs) tm demonstrado ser uma opo adequada para o tratamento de efluentes contendo compostos txicos e/ou no biodegradveis, inclusive no tratamento de lixiviados de aterros sanitrios. Esses processos diferenciam por transformar a grande maioria dos contaminantes orgnicos em dixido de carbono, gua e nions inorgnicos, atravs de reaes de degradao que envolvem espcies transitrias oxidantes, principalmente os radicais hidroxila. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo a caracterizao fsica e qumica do lixiviado bruto proveniente do Aterro Sanitrio Metropolitano de Joo Pessoa (ASMJP) e a proposio de um sistema avanado como alternativa para o tratamento desse efluente.

Clique para acessarCHORUME DE ATERRO NO ESGOTO PRECISA DE TRATAMENTO ADEQUADO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Co-tratamento de chorume dos aterros sanitrios em estaes convencionais de tratamento de esgoto: uma anlise critica

Clique para acessarDesempenho de um reator UASB em escala piloto para o tratamento de chorume de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarDesempenho de um reator UASB em escala piloto para o tratamento de chorume de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarEletrodegradao de chorume de lixo gerado em aterros sanitarios

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarEscoamento de chorume de aterros sanitrios em solos arenosos compactados

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarEstudo da soro de metais do chorume da Muribeca em compsitos de solo caulintico e carvo de coco

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarEstudo da Viabilidade Tcnica dos Processos de Georremediao e Oxidao mida para Tratamento de Percolados de Aterros Sanitrios (Chorume da ETP-Muribeca: Um Estudo de Caso)

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Estudos experimentais foram realizados para estabelecimento de nova metodologia, ou complementao ao processo biolgico de tratamento de percolados, utilizando-se amostragem de chorume bruto e de descarte da Estao de Tratamento de Percolados (ETP) da Muribeca, Jaboato dos Guararapes-PE, Brasil. A escolha temtica contempla as principais dificuldades de gerenciamento em ETPs: extensivo tempo de residncia do chorume, e tendncia para elevadas concentraes de carga orgnica e metais pesados nos percolados de descarte.

Clique para acessarESTUDO DO DESEMPENHO DE EVAPORADOR UNITRIO COMO OPO DE TRATAMENTO DE LIXIVIADOS PRODUZIDOS EM ATERROS SANITRIOS DO RIO DE JANEIRO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A escolha da tecnologia adequada para o tratamento de lixiviados deve ser baseada em uma criteriosa avaliao de parmetros tcnicos e econmicos, uma vez que este resduo apresenta alta carga poluidora. A evaporao apresenta-se como uma opo tecnolgica de tratamento pois permite uma reduo de at 70% do volume de lixiviado e utiliza como fonte de energia calrica o gs gerado no prprio aterro, podendo assim habilitar essas instalaes para a obteno de crditos de carbono. Todavia, tal processo de tratamento gera dois tipos de resduos (pastoso e gasoso) cuja composio requer estudos mais aprofundados. Neste contexto apresenta-se como objetivo deste trabalho avaliar a evaporao do chorume por meio de equipamento desenvolvido pela COMLURB (Evaporador Unitrio) e as caractersticas dos seus resduos gerados

Clique para acessarEstudos de Caracterizao e Tratabilidade de Lixiviados de Aterros Sanitrios para as Condies Brasileiras

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: preciso que se busquem processos adequados para o tratamento do lixiviado, os quais possam ser aplicados dentro da realidade brasileira. Com esse objetivo em mente, foi organizada uma rede de pesquisas dentro do Edital 5 do Programa de Pesquisas em Saneamento Bsico (Prosab). As pesquisas desenvolvidas ao longo da vigncia do Edital 5 (dois anos) esto apresentadas nesta publicao.

Clique para acessarEstudos preliminares de estimativa de produo de chorume e avaliao de alternativas de tratamento. Estudo de caso: novo aterro de ribeiro Preto-SP

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarInfluncia da recirculao de chorume cru e chorume inoculado nas fases de digesto anaerbia de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarInfluncia da recirculao de chorume cru e chorume inoculado nas fases de digesto anaerbia de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarInfluncia da recirculao de chorume cru e chorume inoculado nas fases de digesto anaerbia de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarInfluncia da recirculao de percolado em sistemas de batelada de uma fase e hbrido na digesto da frao orgnica de resduos slidos urbanos

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarINTERAO ENTRE FILMES DE PVC E CHORUME ENRIQUECIDO COM MEIO MINERAL

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: O PVC um dos polmeros mais importantes tecnologicamente e mais utilizados na indstria mundial. A grande quantidade de material plstico, contendo PVC, descartado em lixes municipais (20% em volume) cada vez mais preocupante. Os filmes plsticos de PVC, muito utilizados em embalagens de alimentos, no devem ser incinerados devido liberao de cloreto de hidrognio que txico e nem sempre a incinerao vivel para o tratamento final do material descartado. A reciclagem de plsticos tem sido empregada em alguns casos, sendo a de PVC utilizada na produo de solados, pisos, mangueiras e forros. A biodegradao tem sido outro mtodo empregado no tratamento de resduos plsticos. A diversidade de microrganismos presentes no chorume, lquido escuro coletado dos lixes municipais, torna vivel a tentativa de tratar filmes de polmeros persistentes no meio ambiente. Este trabalho mostra que filmes de PVC biotratados com chorume, apresentaram mudanas estruturais da cadeia macromolecular. Estes filmes mostraram alteraes significativas na faixa de 1700 e 1600 cm-1 do infravermelho, relacionadas presena de grupos carbonlicos, hidroperxidos e insaturao na cadeia polimrica. Os resultados obtidos indicam que filmes finos de PVC, nas condies deste experimento, podem sofrer biotransformaes, produzidas pela ao de microrganismos presentes no chorume, coletado de lixes municipais.

Clique para acessarLixiviados (chorume) de Aterros Sanitrios

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A produo de Chorume uma consequncia da deposio de resduos em aterros sanitrios. Pode-se ento, dizer que o Chorume um efluente residual lquido, composto por uma mistura complexa de microrganismos, substncias orgnicas e inorgnicas. A gua contida nos resduos slidos depositados no aterro, que se liberta como consequncia da sua decomposio, acrescida das guas pluviais, que percolam pela massa permevel de resduos, do origem ao Chorume.

Clique para acessarMetais presentes no chorume coletado no aterro sanitrio de Ribeiro Preto, So Paulo, Brasil, e sua relevncia para sade pblica

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: This study analyzed the levels of cadmium, lead, copper, chromium, manganese, mercury, and zinc in leachate from the Ribeiro Preto landfill site in So Paulo State, Brazil. Samples were taken from runoff tanks in Module I (operating from 1989 to 2000) and Module II (operating since November 2000). Metal levels were measured by atomic absorption spectrophotometry at the University of So Paulo in Ribeiro Preto (University Hospital). Results were compared to the maximum limits for metal concentration in liquid effluents set by Ruling 357/2005 of the National Environmental Council (CONAMA). The study also investigated whether there was any attenuation in metal concentrations in the leachate, considering differences in the life spans of the various Ribeiro Preto landfill site modules. Metal levels in the samples were within the maximum limits for cadmium, chromium, copper, mercury, and manganese, but lead and zinc were above the limits set by the above-mentioned ruling.

Clique para acessarMonitoramento de lagoas de estabilizao no tratamento de chorume: aterro da Muribeca

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarProcesso hbrido aplicado ao tratamento do chorume do aterro metropolitano de gramacho (RJ)

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarProduo de percolado por resduos slidos urbanos de diferentes idades, na presena de resduos da construo civil e sob recirculao

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Com a realizao desta pesquisa, objetivou-se quantificar a produo de efluentes em colunas de resduos slidos urbanos (RSU) de diferentes idades, contendo ou no uma camada de 0,30 m de resduo de construo civil (RCC) em sua base, submetidas recirculao do percolado produzido. As colunas foram formadas por RSU novo (RSU recm coletado) sem RCC (CNSE); RSU maduro (RSU aterrado por 3 anos) sem RCC (CMSE); RSU velho (RSU aterrado por 13 anos) sem RCC (CVSE); RSU novo com RCC (CNCE); RSU maduro com RCC (CMCE) e RSU velho com RCC (CVCE), sendo o RSU acondicionado, eqencialmente, em camadas de 0,15 m de espessura, e comprimido de forma a estabelecer um peso especfico de 7 kN.m-3. O tratamento foi estabelecido da seguinte forma: as colunas CNSE e CNCE no receberam percolado, servindo somente como produtores, para recirculao do lquido nas colunas CVSE e CVCE. Por sua vez, as colunas CMSE e CMCE receberam, por recirculao, o prprio efluente. A produo de percolado nas colunas com camada de RCC foi menor que aquela obtida nas colunas que no a continha. As colunas preenchidas com RSU velho (CVSE e CVCE), mesmo recebendo percolado por recirculao, foram as que produziram as menores lminas de percolado, sendo essa produo menos dependente da precipitao de chuva do que a quantificada em colunas constitudas por RSU novo e maduro.

Clique para acessarRemoo da DQO do chorume atravs da percolao em solos empregados como material de cobertura de aterros sanitrios

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarReviso das tcnicas de tratamento de chorume e a realidade do estado do Rio de Janeiro

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Este trabalho apresenta algumas tcnicas utilizadas para o tratamento de chorume gerado em aterros sanitrios. Alm disso, so apresentados dois estudos de casos de alternativas propostas para o tratamento do chorume de diferentes aterros situados no Estado do Rio de Janeiro: o Aterro Metropolitano de Gramacho (Duque de Caxias) e o Aterro Sanitrio do Municpio de Pira.

Clique para acessarSistema de barreira bio-qumica como alternativa de tratamento para chorume em aterros sanitrios

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarSISTEMA DE TRATAMENTO DE CHORUME MEDIANTE TECNOLOGIA POR EVAPORAO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A evaporao apresenta-se como uma opo tecnolgica para o tratamento de lixiviado, permitindo a utilizao como fonte de energia calrica o gs gerado no prprio aterro.

Clique para acessarSistema integrado de tratamento de resduos slidos urbanos: avaliao da aplicabilidade de um reator uasb como unidade de inoculao e de tratamento de chorume

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarSISTEMA INTEGRADO POR FILTRO ANAERBIO, FILTRO BIOLGICO DE BAIXA TAXA E BANHADO CONSTRUDO APLICADO AO TRATAMENTO DE LIXIVIADO DE ATERRO SANITRIO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Este trabalho foi desenvolvido no Programa de Ps-Graduao em Engenharia de
Recursos Hdricos e Saneamento Ambiental do Instituto de Pesquisas Hidrulicas da
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob a orientao do Prof. Dr. Francisco Ricardo Andrade Bidone, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
O processo de pesquisa, assim considerado desde a concepo do projeto at o
delineamento final dos trabalhos, apoiou-se solidamente na abundante base terico-prtica decorrente da parceria de duas renomadas instituies: IPH e DMLU

Clique para acessarTRATAMENTO DE CHORUME ATRAVS DE PERCOLAO EM SOLOS EMPREGADOS COMO MATERIAL DE COBERTURA DE ATERROS PARA RESDUOS SLIDOS URBANOS

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo avaliar o potencial do emprego do solo de cobertura no tratamento ou pr-tratamento de chorume. Este estudo foi efetuado com uso de uma areia fina pouco argilosa, residual do arenito, disposta em colunas de percolao sob diferentes condies de compactao as quais foram alimentadas com chorume proveniente do aterro controlado de Bauru.

Clique para acessarTRATAMENTO DE CHORUME EM ATERRO SANITRIO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Este documento apresenta o tratamento de chorume pelo mtodo de recirculao; as vantagens em relao a outros mtodos de tratamento; o dimensionamento, os materiais e/ou equipamentos utilizados e a forma de construo do sistema especfico, alm de analisar os outros mtodos buscando entender de forma sucinta as diferenas entre cada um e as principais caractersticas.

Clique para acessarTratamento do chorume atravs do aguap (Eichhornia crassipes) no aterro da Muribeca, Pernambuco

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento

Clique para acessarTRATAMENTO DO CHORUME DO ATERRO METROPOLITADO DE GRAMACHO RIO DE JANEIRO - BRASIL

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: O aterro metropolitano do Rio de Janeiro, operado pela COMLURB-Cia. Municipal de Limpeza Urbana, recebe at 7000 toneladas de resduos urbanos e gera aproximadamente
384 m 3 de chorume diariamente.
No incio de janeiro de 2000 foi iniciada a operao da estao de tratamento de chorume Desde esta data o
chorume tratado tem sido descartado para a baa de Guanabara. Parte do volume gerado 184 m 3 dirios, tem sido
recirculado.
O sistema de tratamento composto de equalizao em lagoa, tratamento fsico-qumico de coagulao e
clarificao e correo do pH, seguida de tratamento biolgico aerbio por lodos ativados. O polimento do chorume
obtido pelo processo de membranas de nanofiltrao.
As dificuldades encontradas referem-se a baixa biodegradabilidade das substncias formadoras do chorume, s
concentraes de amnia superiores a 1500 mg/L e concentraes de cloretos superiores a 8000 mg/L na poca do
incio da operao da estao.
Alm da remoo da matria orgnica medida como DBO e DQO, obtem-se excelente reduo de amnia, da cor e
da toxicidade do chorume. O efluente tratado apresenta aspecto claro, sem odor e com as caractersticas fsico-qumicas
conforme as permitidas pela legislao ambiental regional

Clique para acessarTratamento do chorume do aterro Metropolitano de Gramacho - Rio de Janeiro - Brasil

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: O aterro metropolitano do Rio de Janeiro recebe at 7000 toneladas de resduos urbanos e gera aproximadamente 384 m3 de chorume diariamente. No incio de janeiro de 2000 foi iniciada a operao da estao de tratamento de chorume Desde esta data o chorume tratado tem sido descartado para a baa de Guanabara. Parte do volume gerado 184 m3 dirios, tem sido recirculado. O sistema de tratamento composto de equalizao em lagoa, tratamento fsico-qumico de coagulao e clarificao e correo do pH, seguida de tratamento biolgico aerbio por lodos ativados. O polimento do chorume obtido pelo processo de membranas de nanofiltrao. As dificuldades encontradas referem-se a baixa biodegradabilidade das substncias formadoras do chorume, s concentraes de amnia superiores a 1500 mg/L e concentraes de cloretos superiores a 8000 mg/L na poca do incio da operao da estao. Alm da remoo da matria orgnica medida como DBO e DQO, obtem-se excelente reduo de amnia, da cor e da toxicidade do chorume. O efluente tratado apresenta aspecto claro, sem odor e com as caractersticas fsicoqumicas conforme as permitidas pela legislao ambiental regional.

Clique para acessarTRATAMENTO DO CHORUME DO ATERRO METROPOLITANO DE GRAMACHO DA COMLURB- RIO DE JANEIRO - BRASIL

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Trabalho sobre o processo de tratamento de chorume em operao no aterro de Gramacho operado pela COMLURB, no Rio de Janeiro

Clique para acessarTratamento do lixiviado do aterro sanitrio de Maring/PR por processos combinados de ozonizao e oxidao em gua supercrtica

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Este trabalho objetivou avaliar a eficincia dos processos de ozonizao (O3) e de oxidao em gua supercrtica (OASc), bem como a combinao de ambos, no tratamento do lixiviado do aterro sanitrio de Maring/PR. As condies operacionais foram: O3 por 30 minutos e OASc a 600C e presso de 23 MPa.

Clique para acessarTRATAMENTO DO PERCOLADO DE ATERRO SANITRIO E AVALIAO DA TOXICIDADE DO EFLUENTE BRUTO E TRATADO

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Neste trabalho foi realizada a caracterizao fsico-qumica do lquido percolado (chorume) do Aterro Metropolitano de Gramacho (RJ) e foram estudadas diferentes tcnicas para tratamento desse efluente, de modo a deix-lo em condies adequadas para o
lanamento no corpo receptor

Clique para acessarTratamento, disposio e reciclagem de resduos slidos, com nfase no tratamento do lixiviado e tendo em vista a proteo dos corpos dgua - Estudos de Caracterizao e Tratabilidade de Lixiviados de Aterros Sanitrios para as Condies Brasileiras

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: Esta publicao um dos produtos da Rede de Pesquisas sobre Tratamento, disposio e reciclagem de resduos slidos, com nfase no tratamento do lixiviado e tendo em vista a proteo dos corpos dgua do Programa de Pesquisas em Saneamento Bsico PROSAB - Edital 05, coordenada pelo Profa. Luciana Paulo Gomes do Programa de Engenharia Civil da Universidade do vale do Rio dos Sinos - UNISINOS.

Clique para acessarUSO DE WETLAND SUB-SUPERFICIAL NO TRATAMENTO DE EFLUENTE DE ESTAO DE TRATAMENTO DE CHORUME POR LODOS ATIVADOS

Idioma: Portugus
Assunto: Chorume - Tratamento
Resumo: O presente trabalho analisa o uso de wetland sub-superficial no tratamento do chorume efluente do processo de tratamento por lodos ativados no Aterro Metropolitano de Gramacho.
O aterro de Gramacho recebe aproximadamente 8000 toneladas de resduos urbanos por dia, de toda a regio metropolitana do Rio de Janeiro. So apresentados os resultados do
monitoramento do efluente do wetland num perodo de seis meses de observao, no sentido de adequ-lo aos padres de lanamento de efluentes exigidos pelo rgo ambiental e de promover uma comparao com os valores obtidos pelo tratamento tercirio em operao, que
utiliza sistemas de nanofiltrao