Textos e Trabalhos Ténicos

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:







Encontrado(s) 28 Trabalho(s) Técnico(s) no assunto RECICLAGEM

Clique para acessarA questo da gambiarra: formas alternativas de desenvolver artefatos e suas relaes com o design de produtos

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: ste estudo prope a anlise de paradigmas que se contextualizam a partir dos limites dos conceitos tradicionais de design industrial. O objetivo situar formas alternativas de design, abrindo uma reflexo sobre o seu significado e suas contribuies no que se refere a questes socioeconmicas e ambientais. O termo gambiarra - visto como uma "tcnica" ou procedimento alternativo - escolhido aqui para representar essas diversas prticas usadas parar configurar artefatos improvisados, porm relacionando-as realidade brasileira. Esta idia, quando vinculada a conceitos e proposies no que concerne ao design, provoca uma srie de reflexes e questionamentos em torno da constituio destes artefatos no universo da cultura material brasileira.

Clique para acessarALTERNATIVAS DE RECUPERAO DOS RESDUOS SLIDOS GERADOS NA PRODUO DE PRANCHAS DE SURFE

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Este estudo foi realizado com o objetivo de
gerar informaes preliminares para a criao de um modelo referencial de manejo, tratamento e destinao final destes resduos, que venha a conjugar harmonicamente as variveis ambientais, sociais e econmicas, com o intuito de contribuir no processo de mudana de hbitos e comportamento, visando melhoria da qualidade de vida e do
ambiente

Clique para acessarAproveitamento de resduo da fabricao de sulfato de alumnio lquido na produo de blocos cermicos

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Do processo produtivo do sulfato de alumnio frrico lquido da CIEL resulta um resduo slido inorgnico.
Procurando minimizar problemas ambientais e econmicos da deposio do resduo em valas monitoradas foi
coletada uma amostra, caracterizada por anlises qumicas para classificao do resduo e avaliada quanto
sua aptido de ser incorporada em 10%, em peso, a uma argila para produo de blocos cermicos. Com a
liberao da licena de operao do rgo ambiental do Estado do Rio Grande do Sul - FEPAM, a produo
comercial de blocos em uma olaria j teve incio

Clique para acessarAspectos Scio Econmicos da Gesto de Resduos Slidos - Subsdio dado s Cooperativas de Catadores da Cidade do Rio de Janeiro

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarAvaliao da eficincia de uma usina de reciclagem e compostagem : estudio de caso

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarAVALIAO DO POTENCIAL DE APROVEITAMENTO DO LQUIDO DA CASCA DE COCO VERDE

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Os resultados da caracterizao qumica mostraram que, apesar da alta condutividade eltrica, o extrato lquido apresenta uma quantidade significativa de potssio (1,864 g L-1), o que indica um potencial para fertirrigao de culturas, sobretudo aquelas tolerantes a alta salinidade.

Clique para acessarBENEFCIOS DA INCORPORAO DE BORRACHA DE PNEUS EM PAVIMENTOS ASFLTICOS

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Este trabalho apresenta os resultados parciais de um estudo laboratorial que teve por objetivo avaliar o efeito produzido pelo teor e granulometria da borracha reciclada de pneumticos sobre as propriedades de uma mistura asfltica densa

Clique para acessarComo funciona a reciclagem: Histria da reciclagem

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Ainda que a reciclagem possa parecer um conceito moderno introduzido com o movimento ambiental da dcada de 70, ela j existe de fato h cerca de milhares de anos. Antes da era industrial, voc no conseguia produzir bens rapidamente e com baixo custo; assim, virtualmente todos praticavam a reciclagem de alguma forma. Os programas de reciclagem de larga escala, porm, eram muito raros: eram os moradores das casas que predominantemente praticavam a reciclagem.

Clique para acessarEcodepsitos de Reciclveis

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Expor o trabalho desenvolvido pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro - COMLURB no campo da coleta seletiva. Levando em considerao a diversidade de caractersticas sociais, econmicas e demogrficas dos bairros e reas da cidade; a minimizao dos custos envolvidos e o interesse social de gerao de trabalho e renda, a COMLURB desenvolveu e est aplicando 3 modelos de coleta seletiva detalhadas neste trabalho

Clique para acessarEcopontos: a anti cultura do lixo

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: A construo e a instalao de Ecopontos (pontos ecolgicos) tem como objetivo reduzir os danos ambientais, os prejuzos estticos, a proliferao de vetores e a desvalorizao de imveis, decorrentes da acumulao de resduos slidos em reas pblicas e terrenos, alm de incentivar a separao de materiais reciclveis do lixo, por alunos de escolas municipais e pela populao em geral.

O alvo do programa substituir a "cultura do lixo" (definida como "pode sujar que a COMLURB limpa") pela "anti-cultura do lixo" (oferecer populao uma alternativa ambientalmente adequada para a disposio dos resduos).

Clique para acessarEstimativa dos ganhos scio-econmicos obtidos com a reciclagem e compostagem de lixo de Coimbra - MG : estudo do caso

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: A produo de lixo urbano um dos maiores problemas sanitrios e ambientais enfrentado pelas Prefeituras. O mau gerenciamento dos resduos slidos pode trazer danos irreversveis ao meio ambiente e a sade pblica. Como alternativa para soluo do problema foi avaliada a viabilidade do Sistema de Tratamento de Lixo do municpio Coimbra (MG) - Usina de Reciclagem e Compostagem de Lixo. Foram avaliados o projeto executivo, as condies operacionais no perodo chuvoso (1a fase) e seco (2a fase), a situao atual aps o perodo de cinco anos de implantao e os benefcios scio-econmicos alcanados com a construo da usina. Os resultados mostraram que a Usina de Reciclagem e Compostagem de Coimbra (MG) vivel em todos os aspectos analisados. O projeto executivo foi adequado a realidade do municpio, o sistema se manteve funcionando de maneira eficiente durante os cinco anos de implantao, a estimativa do total economizado anualmente com energia eltrica, matria-prima e gua atravs da reintegrao de materiais reciclveis ao processo produtivo alcanou valores significativos (R$77.440,30 e R$252.713,60, na primeira e na segunda fase respectivamente), a relao receita custo foi considerada satisfatria (principalmente na segunda fase onde foi constado que 64% dos custos eram cobertos com a venda dos materiais reciclveis e do composto), e a populao se mostrou satisfeita e orgulhosa por possuir uma Usina de Reciclagem e Compostagem de Lixo no municpio.

Clique para acessarImpactos da pandemia de COVID-19 sobre reciclagem inclusiva no Brasil

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: O presente relatrio se estrutura em duas partes independentes, mas inter-relacionadas. Na primeira parte traa-se um panorama das principais tendncias nos sistemas municipais de coleta seletiva e medidas de apoio aos catadores nas cooperativas e autnomos via o Monitoramento de Notcias da WIEGO. A segunda parte, apresenta uma anlise sobre o panorama proposto, a partir de dados e informaes levantados junto s cooperativas e associaes de catadores de material reciclvel, participantes do Programa D a Mo para o Futuro, durante o perodo de pandemia COVID-19 no Brasil

Clique para acessarINTEGRANDO COMPOSTAGEM E VERMICOMPOSTAGEM NA RECICLAGEM DE RESDUOS ORGNICOS DOMSTICOS.

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarO Lixo e a necessidade de Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Repensar

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Com o crescimento da populao, os habitats esto perdendo espao. A produo excessiva de lixo est deixando o planeta sem resilincia. Hoje, somos cerca de 7 bilhes de pessoas. A pouco mais de 100 anos, eramos 1,6 bilhes e em 2020, seremos 8 bilhes. Onde iremos viver? Com quem (animais)? Quais habitats sero preservados? H espao para todos? O que fazer?

Clique para acessarPotencial de reciclagem de resduos em um sistema com coleta de lixo comum

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Nos Resduos Slidos Urbanos de uma determinada regio existe um potencial para reciclagem que pode ser quantificado. Neste estudo, foram realizadas as caracterizaes em termos de massa e volume dos resduos de uma comunidade com cerca de 210 mil habitantes (Araraquara-SP, Amrico Brasiliense-SP e Santa Lcia-SP), onde existe uma central de triagem na qual se separam os resduos em matria orgnica, materiais comercializveis (plsticos, papis, metais, vidros, etc.) e rejeito. Esses rejeitos tambm foram quantificados quanto sua frao de filmes plsticos (sacarias em geral) potencialmente reciclveis que, por serem pequenos ou estarem muito sujos e no serem comerciveis, no so separados na triagem. Tais filmes foram submetidos a um processo de reciclagem, que foi monitorado por ensaios no efluente de lavagem e por medio de propriedades mecnicas, visando avaliar o produto final reciclado. Os resultados da caracterizao em massa dos resduos slidos, considerando tambm estes filmes, mostraram que 52,6% so constitudos de matria orgnica, 5,4% de materiais potencialmente reciclveis, sendo que destes, cerca de 4,3% so plsticos potencialmente reciclveis. Das 150 toneladas dirias de resduos separadas diariamente pela unidade, cerca de 68,5 toneladas (45,7%) so rejeitadas sendo que, neste rejeito esto presentes cerca de 5,5 toneladas de filmes plsticos potencialmente reciclveis (aproximadamente 30% em volume dos rejeitos). A lavagem destes filmes rejeitados resultou num efluente com elevado teor de matria orgnica: por exemplo, a Demanda Bioqumica de Oxignio medida foi de 750mg/ L. Os resultados dos ensaios mecnicos deste material reciclado apresentaram valores na faixa esperada para resinas plsticas virgens, indicando a viabilidade do processo da reciclagem.

Clique para acessarPrograma de Coleta Seletiva de Londrina - "Reciclando Vidas"

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: O Programa desenvolvido pela Prefeitura
em parceria com 26 ONGs, responsveis pela coleta, triagem e comercializao
do material reciclvel. Alm da incluso social e da gerao de renda, os principais
objetivos da experincia so a ampliao da taxa de reciclagem e o desenvolvimento
de uma estratgia que possibilite a sustentabilidade do Programa e a
autonomia das ONGs. So coletadas cerca de 90 toneladas por dia de material,
o que corresponde a 23% do total de lixo que seria enviado ao aterro

Clique para acessarPROPOSTAS PARA O GERENCIAMENTO DOS RESDUOS DE LMPADAS FLUORESCENTES

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: A base da proposta parte do princpio de que os importadores so poucas empresas, de grande capacidade econmica, capazes de sustentar a formao de um cadastro de comercializao autorizada e gerenciar um sistema de recebimento de lmpadas usadas na aquisio de lmpadas novas. Este sistema poder evoluir no
futuro para um banco de dados de usurios residenciais em apoio ao sistema de gerenciamento de resduos de lmpadas fluorescentes, gerenciado pela ABILUX

Clique para acessarReciclagem

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarReciclagem agrcola de lodo de esgoto como adubo nitrogenado: risco ou benefcio ao meio ambiente?

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarRECICLAGEM DAS CASCAS DA LARANJA PRA NA PRODUO DE SUPLEMENTO ALIMENTAR DE FIBRAS SOLVEIS (PECTINA)

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarRECICLAGEM DE AUTOMVEIS: ESTRATGIAS, PRTICAS E PERSPECTIVAS

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarReciclagem de resduos slidos

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Este trabalho tem como objetivo ampliar nossos conhecimentos e obter crditos na disciplina de Consultoria de Marketing, do 7 semestre do curso de Marketing do UNIEURO - Centro Universitrio Euro-Americano. Tendo como orientadora a professora Regina Martinez. Sero abordados informaes e exemplos de como desenvolver um projeto de reciclagem de resduo slido (lixo da construo civil), que poder ser ajustado aos mais diferentes centros geradores, orientando para o alcance de objetivos que resumiro em sucesso, progresso, oportunidades de trabalho e com certeza em lucros sustentados com continuidade.

Clique para acessarReciclagem de resduos slidos urbanos incinerados por vitroceramizao

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem

Clique para acessarRESDUOS SLIDOS E SUSTENTABILIDADE: O PAPEL DAS INSTALAES DE RECUPERAO

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Esta dissertao tem como objetivo estudar os indicadores de sustentabilidade tcnica, econmica, ambiental e social das instalaes de recuperao de resduos (IRR) operadas nas cidades do Rio de Janeiro (RJ), de Guarulhos (SP) e no Distrito Federal. Adotou-se como pressuposto que a sustentabilidade varia segundo o modelo de gesto dos resduos, a opo tecnolgica adotada, a capacidade tcnica instalada, o grau de mecanizao e infraestrutura das instalaes, a qualificao dos operadores e os tipos de resduos recebidos. Foram avaliados diversos tipos de instalaes, agrupadas com base em caractersticas tecnolgicas similares, das mais simplificadas s mais sofisticadas em termos de mecanizao.

Clique para acessarRESINA PET PARA RECIPIENTES

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: O polietileno tereftalato o mais importante membro da famlia dos
polisteres, grupo de polmeros descoberto na dcada de 1930 por
W.H. Carothers, da Du Pont e que h mais de 40 anos vem sendo
utilizado em variados setores de atividade, desde fibras txteis a
recipientes para bebidas carbonatadas, passando por filmes para
fotografia e embalagens e componentes de automveis. Em geral, o
polietileno tereftalato conhecido como polister, e no segmento de
embalagens, como PET

Clique para acessarSobre a necessidade de uma metodologia de pesquisa e desenvolvimento para reciclagem

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: A importncia da reciclagem descrita e uma metodologia de pesquisa e desenvolvimento para reciclagem apresentada de forma sucinta, envolvendo conhecimentos multidisciplinares. Nesta metodologia, dentre outros pontos, destacada a necessidade de anlise de desempenho ambiental das diversas alternativas para a reciclagem bem como a importncia da transferncia da tecnologia desenvolvida para a produo comercial. Exemplos prticos demonstrando a importncia das diferentes etapas da metodologia so apresentados. Conclui-se que uma metodologia criteriosa e cautelosa essencial para desenvolver um mercado efetivo para os resduos.

Clique para acessarUsinas de Reciclagem de Lixo: Aspectos Sociais e Viabilidade Econmica

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Entre 1985 e 1989 reinava um clima particularmente construtivo e criativo na rea do Finsocial do BNDES. Questionava-se, ento: Qual o uso a ser dado a recursos no-reembolsveis? Qual o papel do BNDES e como usar a expertise e a forma de atuao do Banco para promover o desenvolvimento social? A atuao do BNDES busca estimular os muturios mudana e moder- nizao: os ajustes dos projetos sugeridos pelas equipes, bem como a srie de requisitos para sua aprovao e o acompanhamento dos desembolsos, contrastam com a prtica mais freqente, na administrao pblica, da concesso de “verba” para a realizao de obras. Instituda a nova rea, tratava-se, portanto, de estender a projetos so- ciais o mesmo tratamento que se props poca da criao do BNDES. Essa no era a prtica usual ento, conforme relata Roberto Campos em A lanterna na popa: “[as entidades de financiamento ou concesso de recursos existentes antes do BNDES] dispensavam recursos base de garantias, sem anlise do mrito do projeto, ou [eram] entidades or- amentrias, que atuavam mediante requisio de recursos, sem justi- ficativa de rentabilidade... [apoiavam-se] projetos com base numa sim- ples exposio de motivos, sem detalhamento claro de objetivos, cro- nograma de implantao, clculo de custo-benefcio e anlise de ren- tabilidade.” De qualquer forma, trabalhar junto a populaes carentes e aplicar recur- sos no-reembolsveis eram uma novidade para o BNDES. A estratgia adotada era modelar os projetos de forma a torn-los paradigmticos, com o objetivo maior de torn-los polticas pblicas. Para atingir esses objetivos, fazia-se necessrio estudar os temas selecionados.* Foi nesse contexto que surgiu o estudo “Usinas de Reciclagem de Lixo: Aspectos Sociais e Viabilidade Econmica”, publicado noCaderno Finsocial n 4: “Lixo Urbano: Trs Estudos sobre Coleta e Tratamento”, realizado em conjunto com Mnica Esteves, Marcelo Nardin e Guilherme Accioly. Esse um dos frutos da srie de estudos e reflexes sobre a questo social brasilei- ra realizados pela equipe da rea Social.

Clique para acessarUsinas de reciclagem de lixo: porque no funcionam?

Idioma: Portugus
Assunto: Reciclagem
Resumo: Uma das principais alternativas para o tratamento dos resduos slidos urbanos, as usinas de reciclagem e compostagem se apresentam, hoje, com uma imagem bastante desgastada. O descrdito com relao a esse eficiente sistema se deve a diversos fatores. Este trabalho buscou identificar os principais entraves que tem inviabilizado a adoo desse sistema pelas municipalidades, bem como ocasionado a paralisao ou desativao de diversas usinas implantadas pelo pas. Mostra, ainda, que esta concepo, bastante difundida no pas, apresenta diversas vantagens comparadas com outras solues em uso corrente, principalmente quando destinadas ao tratamento dos resduos gerados em municpios de pequeno porte. Entretanto, sua adoo s deve ser feita quando embasada em critrios tcnicos, e fundamentada na avaliao do diagnstico e levantamento de dados que indiquem ser esta uma soluo vivel.