Textos e Trabalhos Ténicos

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:









Ttulo: Fungos em pilhas de compostagem aerbica
Data de Publicação: 0/0/1999
Idioma: Portugus
Autor: Dias, Sandra Maria Furiam; Carvalho, Millena Campos
Assunto: Compostagem
Resumo: Do lixo produzido na Universidade Estadual de Feira de Santana, 30% de origem orgnica (no incluindo as podas). Para dar um tratamento adequado a esse lixo, a Equipe de Educao Ambiental (EEA/UEFS) props, dentro do Projeto Coleta Seletiva e Reaproveitamento do Lixo Gerado no Campus UEFS, que esse lixo sofresse o processo de compostagem. Em observaes visuais, realizadas nos ltimos anos, percebeu-se a presena de microbiota variada, especialmente a presena de fungos, considerados um dos principais decompositores no processo. A decomposio de materiais orgnicos por fungos resulta na produo de hmus, alm de auxiliar na eliminao dos resduos slidos orgnicos. A identificao dos fungos nas amostras do composto permitiu a sua correlao com as duas fases caractersticas do processo, visando a possibilidade de diminuir o tempo da compostagem que atualmente de 97 dias. O material utilizado para a construo da pilha de compostagem foi o lixo orgnico proveniente das cantinas e creche do campus da Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia. Foram coletados os micromicetos no topo, meio e base da pilha de compostagem durante as duas fases do processo. Para isolamento dos fungos foi utilizado o mtodo de diluio do solo e identificados atravs da chave para grupos de Aspergillus Micheli ex Link, 1821, baseada principalmente na cor dos fungos. O grupo encontrado foi Aspergillus: Aspergillus flavus cabeas conidiais, vesculas globosas a subglobosas, esterigmas unisseriados bisseriados e Aspergillus niger cabeas conidiais, mostrando conidiforos hialinos, vesculas globosas, esterigmas em uma ou em duas sries, condios globosos. Constatouse que houve predominncia do Aspergillis flavus sobre o Aspergillus niger nas duas fases da compostagem. Pesquisas sobre as aflatoxinas devem ser incentivadas, em virtude da possibilidade de sua produo pelo grupo de fungos identificados e a sua possvel influncia na sade dos trabalhadores que processam a compostagem.
Link: http://www.bvsde.paho.org//bvsaidis//brasil20//iii-017.pdf