Textos e Trabalhos Ténicos

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:







Ttulo: UTILIZAO ENERGTICA DE RESDUOS VEGETAIS
Idioma: Portugus
Autor: Waldir Ferreira Quirino
Assunto: Energia
Resumo: queimando madeira. A partir daquele instante a lenha passou a levar luz e calor para as mais desconfortveis das cavernas. Aquela etapa foi decisiva na evoluo da nossa espcie e na maneira de viver do homem, permitindo tambm o desenvolvimento das primeiras ferramentas, fundies primitivas e, infelizmente, armas. Mesmo hoje, a madeira continua sendo a mais importante fonte de energia no mundo. Ainda nas cavernas o homem percebeu que queimando o carvo residual das fogueiras ele obtinha mais calor e menos fumaa. O domnio da energia e o desenvolvimento de tcnicas apropriadas, permitiram ento a dominao do homem pelo homem e promovendo alteraes significativas no seu ambiente natural. Enquanto o consumo dirio de energia do homem primitivo era de 2.000 kcal, o homem contemporneo de paises desenvolvidos consome 300.000 kcal por dia. A demanda por energia cresceu de uma forma assustadora nos ltimos sculos. A fundio dos metais, a construo de mquinas, o desenvolvimento da agricultura, a construo de canais e modificao dos cursos dgua, a formao de agrupamentos urbanos e industriais, o acmulo de resduos e esgotos e o desflorestamento, mostram que o domnio da energia e da tecnologia distancia o homem da sua condio integrada a natureza para um modificador perspicaz do seu habitat. Certamente, temos algo a resgatar do nosso desenvolvimento. Fazendo a reengenharia do fogo ou, pelo menos, analisando o emprego energtico dos nossos resduos vegetais, talvez possamos corrigir algumas das trajetrias mal empreendidas pelos nossos antecessores.
Link: http://www.mundoflorestal.com.br/arquivos/aproveitamento.pdf