Textos e Trabalhos Ténicos

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:







Ttulo: Manual de Gerenciamento de Resduos SEBRAE
Idioma: Portugus
Autor: SEBRAE-RJ
Assunto: Manuais
Resumo: Primeiro, a lagoa ficou preta. Depois, os peixes comearam a morrer. Por fim, as autoridades declararam a terra condenada. Stefano Galli estende a mo trmula sobre seus hectares envenenados e conta a histria de um negcio bom demais para ser verdade. Aps comprar sementes numa loja local de insumos agrcolas num dia primaveril de 1999, o fazendeiro de 67 anos da mbria foi abordado por um vendedor que o persuadiu a testar um novo fertilizante em sua terra. O negcio: 500 kg grtis, com um aperto de mos para comprar mais no futuro se ele ficasse satisfeito. Sem o conhecimento de Galli, a palha escura que ele espalhou em seus campos de trigo, milho e legumes era lixo industrial altamente txico. Depois das primeiras chuvas pesadas, os peixes comearam a boiar em uma lagoa que recebe as guas escoadas. "Sinto minha terra morrendo diante dos meus olhos", diz Galli, para quem a fazenda conservada por sua famlia talvez j no tenha nenhum valor. A histria narrada parte de uma matria publicada pela revista "Business Week" e embora parea distante da realidade brasileira, uma vez que aconteceu na Itlia, poderia perfeitamente encaixar-se em vrios episdios da gesto inadequada de resduos no Brasil. Muitos casos de negcios que perdem valor por conterem resduos txicos mal gerenciados, o famoso passivo ambiental, que entra diretamente na conta de quem deseja vender seu negcio ou comercializar os seus produtos, j foram observados no Brasil e no Estado do Rio de Janeiro. No Brasil, alm de desvalorizar o seu negcio (ou, at mesmo, inviabiliz-lo) a gesto inadequada de resduos crime ambiental e pode acarretar em altas multas e at priso do responsvel. Por um lado, a legislao ficou mais restritiva, os rgos ambientais mais exigentes e a sociedade mais consciente; por outro lado, o empresrio vem percebendo a importncia dessas questes e passou a buscar solues adequadas que, em muitos casos, resultam em benefcios econmicos concretos para seu negcio. No caso da gesto de resduos slidos, as boas prticas revelam-se altamente rentveis para o empresrio. As tcnicas de reduo na fonte, substituio de matria-prima, reutilizao e reciclagem podem trazer reais benefcios econmicos, alm de evitar a exposio do negcio aos riscos dos passivos ambientais (desvalorizao ou perda total da atividade). Com o objetivo de fornecer subsdios tcnicos aos empresrios do Rio de Janeiro para melhor gerenciar os resduos oriundos de seus processos industriais, a FIRJAN e o SEBRAE-RJ uniram esforos para desenvolver este Guia Prtico, que apresenta de forma objetiva uma viso geral dos tipos de resduos, tcnicas de gesto e tratamento, e resposta a dvidas mais freqentes.
Link: http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=tratamento%20de%20res%C3%ADduos%20peri
gosos&source=web&cd=4&ved=0CGoQFjAD&url=http%3A%2F%2Fwww.firjan.org.br%2Flumis%2Fportal%2Ffile%2FfileDownload.jsp%3FfileId%3D4028808120E98EC7012121CA3548069E&ei=ASU4T6DLJdLggg
Download do arquivo

Download do trabalho na íntegra