• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:









Ttulo: Variao sazonal, espacial e composicional de lixo ao longo das praias da margem oriental da Baa de Guanabara (Rio de Janeiro) no perodo de 1999-2008
Idioma: Portugus
Autor: Jos Antnio Baptista Neto & Estefan Monteiro da Fonseca
Assunto: Gravimetria
Resumo: A Baa de Guanabara uma das maiores baas do litoral brasileiro. No entanto, considerada um dos ambientes mais degradados do pas. O desenvolvimento acelerado dos centros urbanos no entorno da Baa de Guanabara tem provocado vrios impactos ambientais nos ltimos 100 anos. O despejo de um grande volume de esgoto no tratado, diversos derrames acidentais de leo nas suas guas, at o grande aporte de lixo atravs dos seus sistemas fluviais, provocam com isto o atual estgio de degradao ambiental da Baa. Durante os anos de 1999-2008, foram feitos levantamentos de campo para se quantificar e analisar a composio do lixo depositado em seis praias da orla oriental da Baa de Guanabara, atravs de transects, com medidas de 10 x 1 metros, ao longo do ponto mximo da mar alta, em trs pontos de cada praia, nas extremidades do arco praial e na parte central. Os levantamentos foram feitos em duas estaes do ano distintas, uma representando o perodo de chuva (vero) e uma no perodo seco (inverno). Um total de 21.841 itens foram catalogados ao longo dos dez anos de monitoramento, com uma mdia anual superior a 2.000 itens, sendo que deste total 14.505 itens foram catalogados no vero e 7.336 itens no inverno. Os itens mais abundantes catalogados nas praias analisadas foram: plstico (70,6%), material de construo (10%), vidro (8,1%), isopor (7,0%), papel (6,7%), lata (4,8%), madeira modificada (4,6%), tecidos (3,6%), metais diversos (3,2%), calados (1,6%), restos de material de pesca (1,3%) e lmpadas (1,1%). As praias mais poludas da Baa so, em ordem decrescente: Brandoas, Pedrinhas, Boa Viagem, Luz, Charitas e So Francisco. No entanto, somente a praia do Brandoas representa 52% de todos os itens catalogados, fazendo com que esta praia seja tanto uma rea de acumulao como fonte de lixo para as outras praias da Baa. Os resultados obtidos nestes levantamentos em relao a quantidade e composio do lixo depositado nas praias refletem fortemente as reas fontes (rios), as prticas de limpeza por parte do poder pblico e a influncia do transporte de lixo por correntes de mar. Um outro fator que tem grande influncia na composio dos lixos encontrados nas praias a flutuabilidade dos materiais. Como se sabe, materiais mais pesados tendem a permanecer prximos s reas fontes. O tipo de lixo depositado nas praias da Baa de Guanabara mais uma ameaa fauna marinha, pelo fato dos mesmos representarem riscos aos animais deste habitat e tambm aos humanos. Os plsticos so, provavelmente, o mais perigoso por causa da ingesto devido tanto a ingesto quanto ao embaraamento por parte dos animais.
Link: http://www.aprh.pt/rgci/pdf/rgci-189_Neto.pdf
Download do arquivo

Download do trabalho na íntegra